Agropecuária foi o destaque do setor produtivo no primeiro trimestre

:: Da redação29 de maio de 2013 18:36

Agropecuária foi o destaque do setor produtivo no primeiro trimestre

:: Da redação29 de maio de 2013

Grandes empresas de agricultura tomam empréstimos para financiar investimentos

A agropecuária foi o destaque do setor produtivo brasileiro no primeiro trimestre deste ano, com crescimento de 9,7% na comparação com o trimestre anterior. Esse é o maior aumento desde o segundo trimestre de 1998, que havia sido de 13,9%. Na comparação com o primeiro trimestre de 2012, o crescimento foi ainda maior: 17%. Este crescimento, na comparação com o primeiro trimestre de 2012, foi o maior da série histórica do PIB iniciada em 1996. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Entre os fatores que levaram ao crescimento da agropecuária estão os aumentos das safras de soja, milho, fumo e arroz. De acordo com Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, a soja deve ter aumento de 23,3% no ano, enquanto a produção do milho deve crescer 9,1%.

Além dos bons resultados da agropecuário, outro indicativo do aumento da confiança do agronegócio é o fato de que as empresas agrícolas estão apostando no aumento da produtividade. Para isso, tomaram empréstimos que, juntos, somaram R$ 96 bilhões entre julho de 2012 e abril deste ano, alta de 30% sobre os R$ 73,9 bilhões obtidos no mesmo período da safra anterior.

De acordo com o secretário de Política Agrícola do Mapa, Neri Geller, a perspectiva é que os R$ 115,25 bilhões disponibilizados para a safra atual sejam contratados. “O governo espera um volume histórico de empréstimos com base na confiança do produtor rural. “O agronegócio tem perspectivas de ganhos recordes este ano e o reflexo está no volume de financiamentos, especialmente nas modalidades de investimento”, explicou.

Com informações da Agência Brasil

Leia mais:

PIB do Brasil mantém crescimento no 1º trimestre

Miriam Belchior: inflação cederá nos próximos meses

Dilma anuncia que vai aumentar o limite de compras da agricultura familiar


Leia também