Ana Rita é a parlamentar capixaba mais votada

Seleção é feita para o Prêmio Congresso em Foco. Ana Rita é a mais votada entre os jornalistas.

:: Da redação8 de julho de 2013 18:21

Ana Rita é a parlamentar capixaba mais votada

:: Da redação8 de julho de 2013

 

“Fico muito honrada pelas indicações, até
porque os votos são de profissionais que
acompanham de perto o nosso trabalho”

A senadora Ana Rita somou 7 votos,  número superior a todos os parlamentares do Espírito Santo (Câmara Federal e Senado), em indicação feita por jornalistas de 45 veículos de comunicação de todo o País para o Prêmio Congresso em Foco. Na fase de indicação ao prêmio, na semana passada, por meio de urnas itinerantes, participaram 166 profissionais, em votação acompanhada pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal.

“Fico muito honrada pelas indicações, até porque os votos são de profissionais que acompanham de perto o nosso trabalho, nas comissões e no plenário”, afirmou Ana Rita.

Ainda pelo Espírito Santo aparecem os senadores Magno Malta com 2 votos e Ricardo Ferraço com 1 voto. Na Câmara, o mais votado recebeu três votos.

O processo de seleção ocorre em duas fases e, nesta  primeira, os jornalistas que cobrem o Congresso fazem suas indicações e já sai a primeira lista de premiados. Na segunda e decisiva etapa, em votação pela internet, de 9 de julho a 9 de setembro, a sociedade acrescenta outros nomes aos selecionados pelos jornalistas e define a classificação final de todos os premiados.

De acordo com o site, o mesmo será feito com as oito categorias especiais: Parlamentares de Futuro (para deputados ou senadores com menos de 45 anos) e destaques nas áreas de combate ao crime organizado, defesa da democracia, da educação, dos consumidores, do desenvolvimento econômico, da gestão pública e da seguridade social e dos servidores públicos.

Os veículos de comunicação que participaram da votação através de seus profissionais foram: Oito emissoras de TV: Globo, Brasil, Rede TV, Globo News, Rede Vida, Bandnews, Câmara, Senado. Nove jornais: Folha de S. Paulo, O Globo, O Estado de S. Paulo, Valor Econômico, Correio Braziliense, Jornal de Brasília, Jornal do Senado e Câmara Notícias. Cinco revistas: Veja, Época, IstoÉ, Revista em Discussão! (do Senado) e Floresta (da região Norte). Dez rádios: CBN, Tupi, Nacional, Gaúcha, Jornal, Band, Jovem Pan, Câmara, Senado e Radioweb. Cinco agências de notícias: Reuters, Estado, Brasil, Dow Jones e Senado. E oito sites ou portais: G1, veja.com, Terra, iG, Política Real, Olhar Direto, portal da Câmara e Congresso em Foco (a equipe de seis jornalistas também tem direito a voto, mas, como se vê pelo número total de votantes, possui limitada influência sobre o resultado final). Participaram ainda da votação um  free lancer e jornalistas do núcleo encarregado pela integração dos veículos da Câmara dos Deputados – que são concursados e não possuem vínculos diretos com nenhum parlamentar – e da Associação dos Jornais do Interior do Rio de Janeiro (Adjori-RJ).

Conforme o regulamento, quem participa da votação tem “absoluta liberdade para escolher os parlamentares, conforme seus próprios critérios e conceitos”, mas a organização do Prêmio Congresso em Foco recomenda que sejam levadas em conta ”a trajetória de vida e a reputação do parlamentar”; “sua atuação legislativa, no que diz respeito à apresentação de projetos, discussão de propostas, participação em debates em plenário e nas comissões, papel exercido nas articulações com vistas à tomada de decisões”; e ”sua identidade com as demandas da sociedade”.  (Assessoria de imprensa da senadora Ana Rita com informações do Congresso em Foco)

Confira a votação nas duas casas, aqui e aqui

Leia também