Ana Rita participa da Conferência das Mulheres no ES

:: Da redação7 de novembro de 2011 18:24

Ana Rita participa da Conferência das Mulheres no ES

:: Da redação7 de novembro de 2011

A autonomia da mulher nos campos econômico, social, cultural e político foi o tema da III Conferência Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres do espírito Santo, realizado no último fim de semana, na cidade de Aracruz. A ministra de Políticas Públicas para Mulheres, Iriny Lopes, e a senadora Ana Rita, entre outras autoridades, participaram da abertura que reuniu cerca de 450 pessoas.

O objetivo da Conferência foi discutir e elaborar políticas públicas voltadas para a construção da igualdade, tendo como perspectiva o fortalecimento da autonomia das mulheres, contribuindo para a erradicação da extrema pobreza e o exercício da cidadania da população feminina.

O tema “Os desafios para a construção da igualdade de gênero na perspectiva social, econômica, política e cultural” foi abordado pela  ministra Iriny Lopes. A ministra disse que é preciso ampliar o funcionamento da rede de proteção as mulheres com a parceria dos vários poderes, em especial, da Defensoria Pública que atende as mulheres mais pobres.

Durante três dias mulheres trabalhadoras urbanas e rurais, jovens, senhoras, gestoras públicas e parlamentares estiveram reunidas debatendo sobre políticas públicas para as mulheres. A abertura contou com a participação do Coral Maria Marias formada por detentas do Presídio Feminino de Tucum.  

A Conferência aprovou uma plataforma de políticas visando à construção do I Plano Estadual de Políticas para as mulheres, com base nos eixos e ações contidas no II Plano Nacional de Políticas para as Mulheres, tais como a autonomia e a redução da pobreza, o enfretamento a todas as formas de violências, saúde das mulheres, direitos sexuais e direitos reprodutivos; educação inclusiva, não sexista, não racista, não homofóbica, não lesbofóbica e enfrentamento do racismo, sexismo e da lesbofobia.

A senadora Ana Rita destacou que as conferências são momentos importantes de diálogo entre a o poder público e sociedade que resultam em grandes avanços. A Lei Maria da Penha e o Pacto Nacional de Enfrentamento da Violência Contra a Mulher são conquistas das duas primeiras edições da conferência nacional das mulheres.

 Com informações da Assessoria de Comunicação/SEASTDH

Leia também