Anatel agora cobra qualidade das TVs por assinatura

:: Da redação14 de setembro de 2012 18:46

Anatel agora cobra qualidade das TVs por assinatura

:: Da redação14 de setembro de 2012

Depois de suspender as vendas de chips de três operadoras de celular (Claro, TIM e Oi), em julho, para forçar a melhoria dos serviços, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) agora mira nas TVs por assinatura. Nos próximos 15 dias o órgão se reunirá com representantes das empresas para discutir ações que levem a redução das reclamações, cada vez mais crescentes, de clientes.

“Nas próximas semanas vamos chamar também as empresas de TV por assinatura para uma conversa, porque estamos sentindo que está tendo um aumento muito grande, de 240 mil domicílios por mês adquirindo TV por assinatura, seja satélite ou cabo. E estamos sentindo que tem aumentado um pouco o número de reclamações do serviço”, informou, nesta sexta-feira (14/09), o presidente da Anatel, João Rezende.

Rezende não especificou quais empresas serão chamadas e disse que a reunião consiste apenas em uma consulta para “passar as preocupações” da agência às companhias sobre o aumento da insatisfação com o serviço. Ele sugeriu que o aumento da transparência das informações nos contratos e sobre os direitos dos usuários está entre as medidas a serem cobradas. “As empresas precisam melhorar o nível de informações que dão para o usuário”, afirmou.

O crescimento acelerado do setor é apontado como um dos principais fatores para o aumento das queixas. Segundo a Anatel, o mercado de TV por assinatura, que estava estagnado havia 10 anos, explodiu com a abertura do mercado e o crescimento de renda no País. As estimavas apontam que, a cada ano, mais três milhões de consumidores comecem a utilizar o serviço. Só em 2012, o setor deve somar 17 milhões de domicílios atendidos.

As maiores empresas de TV paga no Brasil pertencem aos grupos Net/Embratel, SKY/Directv, Telefônica Brasil, Oi e GVT, dentre outras operadoras de menor porte.

Com informações de agências de notícias

Leia mais:

Anatel aprova planos de ação de telefonia de mais três operadoras

Anatel estuda regras para faturas dos pacotes das operadoras

Pinheiro: compartilhamento entre teles tem de ser obrigatório, não facultativo

Leia também