Ângela volta a cobrar melhoria nas conexões de Roraima

Senadora recebeu o vice-presidente de Relações Institucionais da Oi, José Luiz Neffa Simão, que detalhou os investimentos que estão sendo feitos.

:: Da redação2 de dezembro de 2011 11:20

Ângela volta a cobrar melhoria nas conexões de Roraima

:: Da redação2 de dezembro de 2011

A senadora Ângela Portela (PT) voltou a cobrar a melhoria dos serviços de telefonia e internet que são oferecidos aos consumidores de Roraima. Nesta quarta-feira, 30/11, a parlamentar recebeu em seu gabinete, em Brasília, o vice-presidente de Relações Institucionais da Oi, José Luiz Neffa Simão, que detalhou os investimentos que estão sendo feitos pela companhia.

Ângela Portela é autora do requerimento, aprovado pela Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado Federal, para realização de nova audiência pública sobre a oferta de serviços de internet banda larga na Região Amazônica, a ser realizada na próxima quinta-feira, 7 de dezembro. “A Oi se comprometeu em julho a apresentar, num prazo de 90 dias, um plano de ação para implantação do Plano Nacional de Banda Larga, especialmente na Região Amazônica. Decorrido esse prazo, pedimos explicações sobre o que já foi feito para resolver o problema de internet em Roraima”, disse a senadora.

Em resposta aos questionamentos de Ângela Portela, o vice-presidente de Relações Institucionais da Oi explicou que, desde julho, a empresa ampliou a oferta de internet banda larga em Boa Vista, de 4 mil para 13 mil acessos e que, destes, cerca de 15% ainda estão ociosos. “Temos cerca de mil acessos disponíveis para Boa Vista neste momento”. Ele informou ainda que o município de Rorainópolis foi incluído entre as 100 primeiras cidades contempladas no Plano Nacional de Banda Larga, em que são oferecidos pacotes de internet com velocidade mínima de 1 Megabit por segundo, a R$ 35.

Apesar desses avanços, Ângela Portela disse que existe uma cobrança da população quanto à qualidade dos serviços oferecidos pela Oi, principalmente no que diz respeito à internet. “Enfrentamos dificuldades imensas em Roraima, por isso estamos buscando informações e alternativas para amenizar esses problemas. Vou ter que continuar cobrando, porque essa é minha obrigação como parlamentar”, disse ela ao representante da Oi.

100% de cobertura
A senadora Ângela Portela aproveitou a reunião para pedir aos representantes da Oi que a empresa adote como meta para 2012 atender 100% dos municípios de Roraima. “Seria positivo para a imagem da empresa, inclusive nas suas relações com o Governo Federal, anunciar que já atende todos os municípios de um estado amazônico distante e isolado como Roraima. Principalmente porque temos apenas 15 municípios e a Oi já tem a infraestrutura necessária, com cabos de fibra ótica ao longo de toda a BR-174 e também na BR-401”.

José Luiz Neffa Simão explicou que a Oi estará concluindo até 15 de janeiro o orçamento com a previsão de investimentos para 2012, incluindo a relação de 900 cidades que serão contempladas no Plano Nacional de Banda Larga até junho. Ele afirmou ainda que levará a sugestão da senadora para ser discutida com a direção da empresa. “Já temos oferta de banda larga em seis municípios de Roraima, incluímos Rorainópolis no PNBL e até janeiro teremos a relação de 900 cidades para atender em 2012. Vamos procurar atender o máximo possível na Região Norte. O que a Oi puder fazer por Roraima, será feito”.

O vice-presidente disse ainda que, devido a atuação da senadora, a Oi tem recebido insistentes cobranças também do Ministério das Comunicações para ampliar a oferta de banda larga em Roraima. “A Oi tem obrigações a cumprir no Brasil inteiro e está trabalhando para resolver os problemas que ocorrem em Roraima. Reconhecemos que a empresa deveria ter procurado a bancada há mais tempo para melhorar nossa atuação no Estado. Temos certeza que, com essa parceria com a senadora Ângela Portela, poderemos trabalhar para superar algumas dificuldades de licenciamento ambiental, formalização de acordos com a Eletronorte e com o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) que atrasam os nosso projetos”, destacou José Luiz.

Assessoria de Imprensa da senadora Ângela Portela

Leia também