Aníbal destaca investimento na produção rural do Acre

“Com isso nós vamos triplicar a produção”, disse o senador sobre a entrega de máquinas agrícolas.

:: Da redação5 de junho de 2012 17:21

Aníbal destaca investimento na produção rural do Acre

:: Da redação5 de junho de 2012

A quantidade de máquinas e equipamentos impressionou quem passou pelo estacionamento do estádio Arena da Floresta na manhã desta segunda-feira (04/06), data da entrega de 364 máquinas, equipamentos e implementos agrícolas para atender aos programas de Recuperação de Áreas Degradadas e de Desenvolvimento da Piscicultura, executados em parceria com o Governo do Estado, associações de produtores e sindicatos rurais.

Foi uma manhã festiva da qual participaram, além do governador Tião Viana, do vice-governador, César Messias, e de secretários estaduais e municipais, além de deputados federais, estaduais e vereadores, prefeitos de vários municípios acreanos e centenas de produtores rurais provenientes de quase todos os municípios acreanos.

As máquinas (escavadeiras, tratores de esteira e de pneus, caminhonetes e outros equipamentos), foram adquiridas com recursos do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, que destinou R$ 50 milhões para aquisição do material. No entanto, foram gastos apenas R$ 37 milhões na compra dos equipamentos. “Nunca se viu tantas máquinas e equipamentos à disposição dos trabalhadores rurais. Economizamos 13 milhões de reais que serão utilizados em benefício do produtor rural”, lembrou o Secretário de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar, (SEAPROF), Lourival Marques.

O senador Aníbal Diniz permaneceu no neste dia especialmente para participar da cerimônia de entrega dos equipamentos e reafirmou o quanto o governo valoriza o pequeno agricultor. “Isso é uma prova de que nosso governo está apostando todas as suas fichas na produção rural. Com isso nós vamos triplicar a produção agrícola”, festejou.

Este foi mais um passo para alcançar as metas estabelecidas pelo Governo do Acre no sentido de atingir os mercados nacionais e internacionais e equacionar a relação do meio ambiente com a elevação da produtividade agrícola. “Eu quero ver no ano que vem o Acre exportar grãos porque a classe trabalhadora rural está superando as suas dificuldades”, disse o governador Tião Viana. “O combate a fome se faz com a produção de alimentos e quem torna isso possível é o pequeno produtor rural. Isso aqui é uma revolução no campo”, lembrou o prefeito de Rio Branco, Raimundo Angelim.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado, Assuero Veronez, também acredita que a ação trará bons frutos para o Acre “É uma atitude política acreditar na agricultura e pecuária do Acre. Teremos um novo patamar daqui para frente. É um ato de ousadia”, afirmou.

A aposta do governo na assistência técnica e extensão rural nos últimos 13 anos tem sido intensa e já chegou ao patamar de mais de R$ 154 mi provenientes de convênios e operações de crédito.

Todo esse investimento tem como objetivo principal oferecer alternativas ao uso do fogo na agricultura. Por isso, a queima como recurso para limpar áreas de produção vem sendo substituída por outras tecnologias e métodos. Exemplo disso são os roçados sustentáveis, que consistem na utilização de áreas degradadas que, após receber o plantio de leguminosas, se restabelecem em quatro meses e disponíveis para receber novos plantios.

Aliado a isso, o governo também investe na mecanização para otimizar e viabilizar maior produtividade agropecuária com a racionalização dos custos e a preservação dos recursos naturais e do meio ambiente. “Nós podemos sonhar com o fogo zero porque agora temos investimentos na agricultura mecanizada”, Raimundinho, representante da FETACRE – Federação dos Trabalhadores em Agricultura do Estado do Acre.

Assessoria de Imprensa do senador Aníbal Diniz

Foto/Sérgio Vale/Secom

Leia também