Aníbal Diniz comemora bons resultados do Bolsa Família

Para senador, programa nem completou uma década e já é um sucesso.

:: Da redação12 de novembro de 2012 19:28

Aníbal Diniz comemora bons resultados do Bolsa Família

:: Da redação12 de novembro de 2012

O vice-presidente do Senado, Aníbal Diniz (PT-AC) lembrou, nesta segunda-feira (12/11), em discurso no plenário do Senado, os resultados já obtidos pelo programa Bolsa Família, que se consolidou como um dos mais importantes programas sociais já implementados no mundo. “Com nove anos de funcionamento, o Bolsa Família já mudou a vida de milhares de brasileiros” disse, lembrando que o programa beneficia diretamente 50 milhões de pessoas, e tem ótimos resultados para mostrar. A população-alvo são as famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza.

O senador detalhou os pré-requisitos necessários para que uma família tenha direito ao benefício e destacou que o seu maior objetivo é resgatar a cidadania e dar oportunidade de futuro a crianças que, sem esse suporte, talvez não tivessem oportunidade de estudar ou de ter uma vida digna.  E, ao contrário do que apontavam os críticos do programa quando ele foi lançado, a concessão do auxílio e a exigência de que as famílias beneficiadas comprovem que suas crianças estão estudando assegurou a queda significativa nos níveis de evasão escolar. Mais: os alunos das famílias assistidas têm resultados até mais positivos que a média dos estudantes brasileiros.

“Os resultados desse programa dão a dimensão de sua importância. A aprovação no ensino médio de alunos assistidos pelo programa Bolsa Família, por exemplo, é de 80,8%, ou seja, acima da média brasileira de 75,1%. Isso segundo dados do Censo Escolar de 2010. A evasão dos filhos das famílias beneficiadas também é menor, é de 3% no ensino fundamental e de 7,2% no ensino médio, em comparação com as taxas nacionais de 3,5% no ensino fundamental e de 11,5% no ensino médio”, enfatizou Aníbal Diniz.

Outra exigência do programa recordada pelo senador é a necessidade de comprovação de que as crianças são bem assistidas e acompanhadas por agentes de saúde pública. “É necessário apresentar o registro sobre a vacinação, peso e medida das crianças, além do acompanhamento do pré-natal das gestantes. São exigências e cuidados que asseguram conquista social importante”, enfatizou. Ele destacou, ainda, a recente entrevista concedida pela ministrado Desenvolvimento Social, Tereza Campello, que comprovou, com dados estatísticos, que, nas menores cidades do País, especialmente do Nordeste e, em meio à população mais pobre, o programa garantiu mais postos de trabalho e mais renda.

Leia também