Jornalismo de guerra

Ao atacar Gleisi, IstoÉ deixa claro para quem trabalha

A revista se transformou em um panfleto político do PSDB e das forças de direita mais reacionárias do país, adverte o PT em nota oficial
:: Da redação12 de agosto de 2017 11:07

Ao atacar Gleisi, IstoÉ deixa claro para quem trabalha

:: Da redação12 de agosto de 2017

Em postagem no perfil do Facebook, o Partidos dos Trabalhadores divulgou nota denunciando mais um episódio do “jornalismo de guerra” praticado pela revista IstoÉ, neste final de semana contra a presidenta do PT.  Veja abaixo a nota oficial do partido:

NOTA

Dando mais um passo em direção à decadência e à irrelevância, caminho que já está trilhando há alguns anos, a revista “IstoÉ” traz em sua capa um virulento ataque à senadora Gleisi Hoffmann (PT).

As supostas denúncias repetem vazamentos ilegais de um inquérito da Polícia Federal, sem provas, que foram publicados por outro jornal nesta semana. As acusações e ofensas rasteiras dirigidas à senadora serão respondidas pela revista na Justiça.

A “IstoÉ”, mais conhecida como “QuantoÉ”, não tem escrúpulo de deixar claro para quem trabalha de fato. Na última edição, colocou na capa uma reportagem bajulatória sobre o prefeito de São Paulo, assim como costumava fazer com o senador tucano de Minas Gerais.

A revista se transformou em um panfleto político do PSDB e das forças de direita mais reacionárias do país. Neste contexto, atacar o PT tornou-se seu principal serviço.

Assessoria de Imprensa do PT Nacional

Leia também