Pandemia

Apagão de dados: Um navio sem capitão, navegando sem bússola

Desgoverno de Bolsonaro sofre apagão de dados em plena tempestade da pandemia do coronavírus. Cortes de vagas no Dataprev estão prejudicando o processamento de pedidos de auxílio emergencial para trabalhadores informais
:: Agência PT de Notícias24 de abril de 2020 10:24

Apagão de dados: Um navio sem capitão, navegando sem bússola

:: Agência PT de Notícias24 de abril de 2020

pandemia do coronavírus arrastou como um tsunami os empregos nos Estados Unidos: da semana do dia 21 de março a esta quinta, 23, foram registrados 26,4 milhões de pedidos de auxílio- desemprego, 16% da força de trabalho. No Brasil, os números do seguro-desemprego no portal do governo federal não são atualizados desde 2018. A falta de dados oficiais no país, que afeta diretamente o acompanhamento da evolução da Covid-19, também ameaça os principais indicadores de emprego e renda.

Desde janeiro deste ano, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) não é atualizado. Um dos mais importantes indicadores de contratações e demissões de trabalhadores com carteira assinada, sua divulgação, tradicionalmente mensal, foi oficialmente suspensa pelo governo em 30 de março, por tempo indeterminado.

Já o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vem fazendo por telefone a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, que abrange o mercado de trabalho formal e informal e revela a taxa de desemprego oficial do país. O percentual de pessoas que respondem caiu de 90% para 60%, e ainda não se sabe se a pesquisa atingirá o rendimento necessário para ser mantida durante a pandemia.  Leia mais!

Leia também