Apesar da torcida oposicionista, inflação do Brasil desacelera

Pesquisa divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou uma desaceleração de 68% da inflação entre abril e maio. No último mês, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – que é a referência de inflação do país - ficou em 0,46%, abaixo dos 0,67% registrados em abril, o que representa uma queda de 0,21%.

:: Da redação6 de junho de 2014 19:49

Apesar da torcida oposicionista, inflação do Brasil desacelera

:: Da redação6 de junho de 2014

O estudo do IBGE mostra que os transportes tiveram queda de preço no último mês. Os custos do setor diminuíram 0,45%, em oposição ao aumento de 0,32% que tiveram em abril. Só o preço das passagens aéreas teve uma queda média de 21,11%.

O que mais influenciou a diminuição da inflação do País em maio foi a desaceleração no aumento dos preços dos alimentos – alta de 1,19% em abril e de 0,58% no mês passado. O preço da batata, por exemplo, caiu 9,13%. O preço de todos os alimentos pesquisados pelo IBGE apresentou desaceleração.

O preço das habitações no Brasil também apresentou variação abaixo da de abril, passando de 0,87% para 0,61%. Na região metropolitana de São Paulo, o custo para comprar e manter residências diminuiu 1,66%.

Das treze regiões metropolitanas pesquisadas pelo instituto, apenas uma teve aumento da inflação entre abril e maio. Para cálculo do índice do mês, foram comparados os preços coletados no período de 29 de abril a 28 de maio de 2014. Desde janeiro, a inflação acumula alta de 3,33%, dentro da meta anual do governo, que é de 6,5%.

Fonte: Agência PT de Notícias

Leia também