Áudio

Apesar de adiamento, entidades não descartam manobra para votar reforma da Previdência

CUT e MST avaliam que governo não tem número suficiente para aprovar medida; mobilização deve se manter
:: Brasil de Fato14 de dezembro de 2017 12:21

Apesar de adiamento, entidades não descartam manobra para votar reforma da Previdência

:: Brasil de Fato14 de dezembro de 2017

Centrais sindicais e movimentos populares avaliaram o anúncio do adiamento da votação da reforma da Previdência, feito pelo líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB), na tarde desta quarta-feira (13) como uma vitória parcial, fruto de mobilizações que vêm ocorrendo ao longo dos últimos meses.

Fonte: https://www.brasildefato.com.br/2017/12/13/apesar-de-adiamento-entidade-nao-descarta-manobra-para-votar-reforma-da-previdencia/

Leia também