Senadoras elegem reforma política como tema prioritário neste ano

O tema prioritário para as ações de gênero no Senado Federal em 2015 é a reforma política. O posicionamento foi definido nesta quarta-feira (11), durante a primeira reunião da bancada feminina.

:: Assessoria da senadora Regina Sousa11 de fevereiro de 2015 18:41

Senadoras elegem reforma política como tema prioritário neste ano

:: Assessoria da senadora Regina Sousa11 de fevereiro de 2015

As senadoras definiram como meta ampliar a participação feminina no Congresso para cerca de 25 a 30% das cadeiras no Parlamento – percentuais que simbolizam o dobr?o da atual representação. O Senado, hoje, conta com 13 senadoras em um total de 81 cadeiras, o que representa 16% das vagas. Na Câmara, são 51 deputadas, ou 10% dos 513 membros.

Se a proposta não gerar consenso, a alternativa desenha pelas senadoras é tentar encaixar a ampliação da presença da mulher no Parlamento dentro do sistema de voto “distritão” (que elege os candidatos que alcançarem maior votação em cada estado).

Apesar de considerar o aumento da representação  feminina um tema importante, a senadora Regina Sousa (PT-PI) defendeu que “a reforma política seja feita ouvindo a população”. Para el?a, um dos caminhos ?para que esse debate se concretize é o plebiscito.

Dia da mulher

No encontro, as parlamentares também aprovaram a pauta de atividades para março, quando se celebra o Dia Internacional da Mulher (8). No próximo dia 3, será instalada a Comissão Permanente Mista de Combate à Violência contra a Mulher, como forma de acompanhar as ações e implementar melhorias nas políticas que tratam da violência de gênero.

A programação inclui ainda duas exposições; recepção a embaixadoras em missão no Brasil; e a sessão especial do Dia Internacional da Mulher com a entrega do Prêmio Bertha Lutz, marcada para o dia 11/3, às 11h, no Plenário do Senado Federal.

Com assessoria da senadora Regina Sousa e Agência Senado