Acordo bilionário

PT cobra informações sobre Fundação Lava Jato

Foram apresentados quatro requerimentos com pedidos de informação sobre o acordo firmado entre a Força-Tarefa da Lava Jato com o governo dos EUA e a Petrobras
:: PT na Câmara26 de março de 2019 10:27

PT cobra informações sobre Fundação Lava Jato

:: PT na Câmara26 de março de 2019

As bancadas do Partido dos Trabalhadores na Câmara e no Senado, em busca de esclarecimento sobre o misterioso acordo firmado entre a Força-Tarefa da Lava Jato com o governo dos Estados Unidos e a Petrobras, apresentaram nesta segunda-feira (25), quatro requerimentos com pedidos de informação aos Ministérios da Justiça e das Relações Exteriores, à Advocacia-Geral União e à Controladoria-Geral da União. O objetivo é identificar se houve participação desses órgãos nas tratativas do acordo que prevê a criação de uma fundação privada – apelidada de Fundação Lava Jato – destinada a gerir US$ 2,5 bilhões oriundos de multa da Petrobras.

Os procuradores da operação Lava Jato afirmam que a estatal tinha uma dívida bilionária com os estadunidenses em decorrência de movimentações da Bolsa de Nova Iorque e decidiram que parte do valor da suposta “dívida” seria usado para criação de fundação privada. A administração da entidade, por sua vez, ficaria a cargo do MPF, parte envolvida no acordo.

No requerimento assinado pelos líderes do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS) e no Senado, Humberto Costa (PE), e direcionado ao ministro da Justiça, as bancadas querem saber se autoridades do ministério participaram das negociações do acordo. Eles solicitam as atas e a relação dos convidados e dos participantes. É questionado ainda se foram realizadas reuniões com autoridades do Ministério Público Federal, autoridades estadunidenses, conjunta ou separadamente, com a participação de dirigentes da Petrobras e de autoridades do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Da mesma forma solicita atas e relação dos convidados e participantes.

Confira a íntegra da matéria

Leia também