Bancos públicos baixam juros para empresas e cidadãos

Em resposta à crise internacional, medidas buscam levar mercado a sustentar a produção e consumo. 

O Banco do Brasil anunciou uma redução dos juros e aumento do crédito para pessoas físicas, micro e pequenas empresas.

:: Da redação9 de abril de 2012 13:27

Bancos públicos baixam juros para empresas e cidadãos

:: Da redação9 de abril de 2012

 Em resposta à crise internacional, medidas buscam levar mercado a sustentar a produção e consumo 

GraficoO Banco do Brasil (BB) anunciou uma redução dos juros e aumento do crédito para pessoas físicas, micro e pequenas empresas, na quintafeira (05/04), dois dias após uma medida semelhante tomada pelo Banco do Nordeste (BNB). E, nesta segunda-feira (09/04), a Caixa anuncia seu programa “Caixa Melhor Crédito”, com os mesmos objetivos.

O conjunto de medidas “Bompratodos”, do BB, estará disponível nas agências no dia 12, com redução dos juros das principais linhas de crédito para pessoas físicas e micro

e pequenas empresas (veja tabela). O BB vai elevar em R$ 26,8 bilhões os limites de crédito para micro e pequenas empresas e em R$ 16,3 bilhões os limites para pessoas físicas, com critérios para priorizar bons pagadores. “Vamos reduzir os spreads (custos operacionais), aumentar a oferta de crédito e ainda atrair novos clientes no contexto da Livre opção Bancária”, avalia o presidente do BB, Aldemir Bendine.

Veículos – As principais linhas para pessoas físicas do BB terão redução de juros. Por exemplo, o financiamento de veículos terá taxa a partir de 0,99% ao mês, com crédito pré-aprovado e sem tarifas embutidas (queda de 19%).

Para compra de bens e serviços de consumo, os juros médios serão reduzidos em 45% e o cliente terá ainda a facilidade de utilizar o seu limite de crédito através do Ourocard Crediário – linha de cartões temáticos criada para ser um instrumento de acesso ao crédito tradicional do BB, no momento da compra de eletroeletrônicos, materiais de construção, serviços de turismo, equipamentos de informática e outros bens e serviços.

Para os aposentados e pensionistas beneficiários do instituto Nacional do Seguro Social (INSS), as taxas do crédito consignado serão de 0,85% a, no máximo, 1,80% ao mês.

Cartão – Os assalariados que recebem por meio do BB e optarem por aderir aos pacotes de serviços contarão com a taxa de juros do rotativo do cartão de crédito de 3% ao mês – a taxa média atual é de 12,25%. Com um cartão da nova família Ourocard “Bompratodos”, terão acesso a até dez dias sem juros no cheque especial, assessoria financeira e serviços sem custos adicionais, como mensagem de texto via celular com aviso de transações financeiras, cartão pré-pago para uso familiar, com emissão e a primeira carga isentos de tarifas.

Em Questão – Secom

Leia mais:

BB reduz em até 45% juros do crédito à pessoa física e pequenas empresas

Leia também