BB já contratou mais de 100 mil unidades do Minha Casa Minha Vida

:: Da redação10 de janeiro de 2013 12:03

BB já contratou mais de 100 mil unidades do Minha Casa Minha Vida

:: Da redação10 de janeiro de 2013

 O sonho de muitos brasileiros de ter sua própria residência tornou-se realidade para muita gente. O Banco do Brasil, por exemplo, superou a meta estabelecida para 2012 e ultrapassou o número de 114 mil unidades habitacionais contratadas nas Faixas 1, 2 e 3 do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV), um dos principais desafios dos governos petistas dos presidentes Lula e de Dilma Rousseff. O desafio inicial previa a contratação de 97 mil unidades habitacionais para o ano de ingresso da instituição na Faixa 1 do programa.

Faixa 1

Os primeiros projetos da Faixa 1 foram contratados no BB em junho e, com pouco tempo de atuação nessa faixa do Minha Casa Minha Vida, a instituição já conta com 50.349 unidades habitacionais contratadas, com empreendimentos localizados em 17 estados brasileiros, de todas as regiões do País, contribuindo para execução das políticas públicas de habitação do Governo Federal, estados e municípios.

 
O diretor de Crédito Imobiliário do BB, Gueitiro Matsuo Genso, diz que a boa performance do banco na contratação de projetos do Faixa 1 deve-se ao rápido aprendizado da instituição na forma de operar o programa.  “Procuramos entender as necessidades das construtoras dos municípios e atender às diretrizes do Ministério das Cidades. Com base nesse conhecimento, implementamos nosso modelo de negócio, que possui estrutura de apoio à origem dos projetos, por meio dos gerentes de negócios imobiliários e um processo centralizado de análise das operações, que trouxe grande agilidade na contratação de empreendimentos não só na Faixa 1, mas também nas outras faixas do PMCMV”, afirma.

A Faixa 1 do Programa Minha Casa Minha Vida, foco principal do Governo Federal, beneficia famílias com renda de até R$ 1.600 mensais, selecionadas pelas prefeituras das cidades onde os empreendimentos são construídos. Além de possibilitar o acesso à moradia de qualidade para as famílias de baixa renda, os projetos da Faixa 1 do PMCMV são entregues às comunidades com soluções de transporte viário, educação, saúde e acessibilidade.

Faixas 2 e 3

Além dos empreendimentos da Faixa 1, atualmente o BB possui contratos que viabilizam a construção de mais de 64 mil unidades habitacionais nas Faixas 2 e 3 do PMCMV, em 204 projetos por todas as regiões do Brasil. Desse total, mais de 10 mil unidades já foram repassadas aos compradores, por meio de financiamento imobiliário à pessoa física.

Com atuação desde o início do programa, o BB participa do PMCMV viabilizando empreendimentos junto às pessoas físicas, construtoras, incorporadoras e prefeituras, promovendo o lançamento de produtos e soluções completas para atender às necessidades e características específicas de cada faixa do Programa Nacional de Habitação Urbana (PNHU) e do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR).

Crédito Imobiliário 

A liberação de empréstimos imobiliários pelo Banco do Brasil em 2012 chegou a R$ 11,35 bilhões, um crescimento de 75% em relação ao valor contratado em 2011,  de R$ 6,43 bilhões.

Do total contratado no ano passado, R$ 7,11 bilhões correspondem a aplicações com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), em 29.563 operações pessoas físicas e 98 operações pessoas jurídicas; R$ 1,27 bilhões com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), em 7074 operações pessoas físicas e 53 operações pessoas jurídicas; e R$ 2,97 milhões são de recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) e demais fontes, em 50.332 unidades habitacionais contratadas.

Informações da Assessoria de Imprensa do Banco do Brasil

Leia também