BC interrompe série de 10 quedas e deixa juros em 7,25% ao ano

A decisão foi unânime. Em nota, Copom disse que esta é a estratégia mais adequada para garantir a convergência da inflação para a meta.

:: Da redação29 de novembro de 2012 12:12

BC interrompe série de 10 quedas e deixa juros em 7,25% ao ano

:: Da redação29 de novembro de 2012

Com juros atuais, poupança perde para Tesouro, mas ganha do CDB; calcule

O Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, interrompeu uma sequência de dez cortes seguidos e manteve a taxa básica de juros (a Selic) em 7,25% ao ano. Isso mantém o rendimento da poupança no nível em que estava desde o mês passado.

A poupança vai continuar rendendo 5,08% ao ano mais a TR (5,08% é 70% da Selic, conforme determina a nova regra adotada em maio deste ano). Antes de as regras mudarem, a poupança rendia 6,17% ao ano, mais a TR.

A decisão de manter a taxa foi unânime no Copom. Em nota divulgada sobre a decisão o BC fala e, risco inflacionário: “Considerando o balanço de riscos para a inflação, a recuperação da atividade doméstica e a complexidade que envolve o ambiente internacional, o comitê entende que a estabilidade das condições monetárias por um período de tempo suficientemente prolongado é a estratégia mais adequada para garantir a convergência da inflação para a meta, ainda que de forma não-linear”.

A taxa de 7,25% é a menor que o Brasil já teve desde o início da série histórica da Selic, em 1986. A série de dez reduções seguidas, interrompida agora, começou em agosto do ano passado, quando os juros caíram de 12,5% para 12%.

Esta foi a última reunião do Copom neste ano.

Com Uol

Leia também