Na ONU

Bolsonaro piora ainda mais imagem do Brasil, opinam senadores

Na opinião de senadores da bancada do PT, a imagem do país no exterior saiu ainda mais arranhada depois da estada de Bolsonaro e sua comitiva em Nova Iorque
:: Nilo Bairros21 de setembro de 2021 19:19

Bolsonaro piora ainda mais imagem do Brasil, opinam senadores

:: Nilo Bairros21 de setembro de 2021

Em pouco mais de 12 minutos, Bolsonaro conseguiu mentir sobre Amazônia, imunização contra Covid-19, desemprego, fome, corrupção, indígenas e outros assuntos que mencionou no discurso de abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Na opinião de senadores da bancada do PT, a imagem do país no exterior saiu ainda mais arranhada depois da estada de Bolsonaro e sua comitiva em Nova Iorque.

Com a hashtag #BolsonaroVergonhaDoBrasil, Rogério Carvalho, de Sergipe, disse que Bolsonaro não discursou para as nações, mas para seus extremistas, atacando imprensa e países irmãos e defendendo o ineficaz tratamento precoce: “Uma fala trágica que aprofunda o isolamento”, acentuou Carvalho.

O líder Paulo Rocha (PA) replicou nas redes a opinião do jornal El País: “Fala previsível para a base miliciana, descolada da realidade mundial, mostra que o presidente já jogou a tolha e só espera seu Governo acabar animando a sua torcida para não morrer sozinho”. A propósito, termos como negacionismo, radicalismo e isolamento foram os mais usados pelos veículos da grande mídia internacional ao analisar o discurso de Bolsonaro.

Já Humberto Costa (PT-PE) chamou a atenção para o comportamento indigno e indecoroso do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que mostrou o dedo do meio a manifestantes que protestavam em frente à residência da Missão Oficial do Brasil junto à ONU, onde a comitiva jantou na noite dessa segunda-feira (20). “Queiroga deu mais uma demonstração do seu despreparo para o cargo que ocupa. Resposta a protesto se dá com serviço a ser mostrado. Não com ato obsceno. Deixou de ser Ministro, é apenas um Xeleléu de Bolsonaro”, definiu o senador pernambucano.

O Brasil já teve dias melhores na cerimônia de abertura da Assembleia da ONU. Bolsonaro mais uma vez apequena a Presidência da República e o país diante de líderes mundiais. Mente, evita falar dos verdadeiros problemas do Brasil e do mundo, e mais uma vez envergonha nosso país”, lamentou o senador Jean Paul Prates (PT-RN), líder da Minoria.

Leia também