Subserviência

Brasil à venda: Bolsonaro entrega País aos Estados Unidos em 24h

Jair afronta a soberania nacional e adota uma série de medidas que só beneficiam os estadunidenses e os interesses de Donald Trump
:: Da redação20 de março de 2019 11:09

Brasil à venda: Bolsonaro entrega País aos Estados Unidos em 24h

:: Da redação20 de março de 2019

O Brasil está à venda. Esse foi o recado que Jair Bolsonaro (PSL) e Paulo Guedes deram em viagem aos Estados Unidos, onde anunciaram uma série de acordos unilaterais, sem nenhuma contrapartida dos estadunidenses. Uma postura entreguista, que afronta a soberania nacional e desrespeita o povo brasileiro.

Exploração comercial da Base de Alcântara, cota para importação do trigo sem taxas, fim da exigência de visto para estadunidenses e entrega do Pré-sal são algumas das medidas anunciadas em viagem oficial que deixam clara a intenção de desmonte do Estado pela turma de Bolsonaro.

Uma das primeiras medidas anunciadas por Jair nos EUA foi a dispensa de visto para turistas vindos de lá. Do outro lado, os brasileiros continuarão precisando do documento para entrar no país de Trump.

A lista de acordos prejudiciais para o país não para de crescer desde que Bolsonaro e sua equipe chegaram nos EUA. Compõe o pacote entreguista a autorização para que os EUA lance satélites a partir da Base de Alcântara, um investimento brasileiro em tecnologia que agora será entregue apara uso dos estadunidenses. A exploração comercial da base, que fica no Maranhão, estava sendo negociada desde 2000, mas nunca foi aprovada.

“Estamos abertos para negócios”, “estamos vendendo”, “o presidente ama a América, eu amo a América”. Essas foram algumas das frases ditas pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, ao discursar em Washington, capital dos EUA, deixando clara a sua intenção de desmontar o Estado brasileiro e manter relações unilaterais com o país presidido por Donald Trump.

Confira a íntegra da matéria

Leia também