Brasil acerta parceria com o Google para acabar com o “deserto digital”

:: Cyntia Campos24 de abril de 2013 17:19

Brasil acerta parceria com o Google para acabar com o “deserto digital”

:: Cyntia Campos24 de abril de 2013

O Brasil acaba de ganhar um importante parceiro para a concretização da meta de universalizar à internet no País. Nessa terça-feira (23), o presidente da Google Brasil, Fábio Coelho, procurou o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, para oferecer apoio às ações de ampliação do acesso à web nas áreas periféricas das grandes cidades e na Região Norte, apelidadas de “deserto digital”. “Uma parceria com o Google no processo será muito bem-vinda. Ampliar o acesso à internet no Brasil é uma obsessão da presidenta Dilma Rousseff e uma parceria com o gigante de buscas seria música para seus ouvidos”, declarou o ministro.

Dados do Ministério das Comunicações apontam que, em 2012, a internet estava em cerca de 40% dos domicílios brasileiros, mas na Região Google-1Norte este número se reduzia para 8% dos domicílios e a um custo muito superior ao praticado nas outras regiões do País. “Precisamos avançar mais”, advertiu Bernardo, após reafirmou que internet é a prioridade estratégica da Pasta que chefia. “Daqui a alguns poucos anos tudo estará dentro da internet e todos devem procurar se localizar neste novo ambiente, inclusive de negócios”.

Produção de conteúdo
A parceria com o gigante Google também deve incentivar o desenvolvimento de conteúdo nacional para a rede mundial de computadores. Fabio Coelho disse que o Brasil é o segundo país do mundo em consumo de audiovisual e é considerado pela matriz como um “mercado prioritário”. Entretanto, continuou, o país é apenas o 9º em produção de conteúdo audiovisual.

Mas o ministro acredita que resultados “extraordinários” serão gerados com a parceria. “Isso é tão importante quanto infraestrutura”, disse Bernardo a Coelho. E falou sobre a parceria do governo federal com o governo de Pernambuco ao apoiar o Projeto Porto Digital que é um centro de produção de conteúdo digital.

Catharine Rocha, com MiniCom

 

Leia mais:
Senadores cobram mais acesso à web e qualidade nos serviços

Banda larga chega ao estado do Acre até setembro

 

Leia também