Busca do consumidor por crédito cresce 8% no mês

Estudo da Serasa Esperian confirma acerto da medida do governo pela redução dos juros. Alta na procura cresce à medida em que sobe também a renda


:: Da redação9 de agosto de 2012 14:26

Busca do consumidor por crédito cresce 8% no mês

:: Da redação9 de agosto de 2012

Mais um sinal de recuperação da economia mostra que, como previu o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e sucessivos estudos do Banco Central, o segundo semestre deste ano superaria a retração ocorrida nos primeiros meses do ano. Desta vez, quem traz os números positivos é a consultoria Serasa Experian, especializada em análise de risco de crédito.

Segundo a empresa, o consumidor deu boa resposta à política de redução de juros definida em maio passado pelo governo, solicitando mais crédito entre os meses de junho e julho. O levantamento divulgado nesta quinta-feira pela Serasa Experian aponta 8% na procura, durante o período.

Na comparação com julho do ano passado, a alta é de 2%, mas, no acumulado do ano, o registro ainda é negativo: – 6%, na comparação com igual período do ano passado.

No detalhamento do estudo da Serasa Experian encontra-se ainda que, entre os consumidores que ganham até R$ 500, a busca por crédito aumentou 7,9%, enquanto a alta entre os que ganham de R$ 500  a R$ 1.000 foi de 8% e, entre os de renda de R$ 1.000 e R$ 2.000, de 8,2%.

Por região, as maiores altas em julho foram registradas no Sul (8,8%), no Centro-Oeste (8,7%) e no Nordeste (8,6%). No Sudeste, houve aumento de 7,7% e no Norte, de 3,8%.

De acordo com os economistas da entidade, a volta da procura por crédito pode ser atribuída às sucessivas reduções das taxas de juros, aos incentivos fiscais de redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e ao início de normalização dos níveis de inadimplência do consumidor.

(Com informações da Agência Brasil)

Leia também