Projeto do PT

Câmara aprova projeto que garante direitos aos monoculares

A votação aconteceu na Câmara dos Deputados nesta terça (02) dois anos após o Projeto de Lei ter sido apresentado pelo senador Rogério Carvalho
:: Assessoria do senador Rogério Carvalho3 de março de 2021 09:29

Câmara aprova projeto que garante direitos aos monoculares

:: Assessoria do senador Rogério Carvalho3 de março de 2021

A luta da jornalista e influencer Amália Barros que resultou num projeto de lei protocolado há quase dois anos pelo senador Rogério Carvalho (PT-SE) chega a uma conquista histórica para os monoculares.

Aprovado pelo Senado em novembro de 2019, o PL 1615/2019 foi votado na Câmara dos Deputados na tarde desta terça (02). A proposta classifica a visão monocular como deficiência visual e assegura à pessoa que enxerga com apenas um olho os mesmos direitos e benefícios garantidos à pessoa com deficiência.

O projeto do senador Rogério Carvalho garante aos portadores seus devidos direitos, como a oferta de prótese de olho pelo SUS. Pouco antes da votação o senador sergipano usou as redes sociais para falar sobre o sentimento diante da votação.

“ A nossa luta é para que nós (eu também sou monocular) tenhamos um reconhecimento oficial para uma deficiência real. Mais ainda, a condição de monocular adquirida na fase adulta da vida traz muitos prejuízos profissionais. Os monoculares precisam do amparo da lei! ”, escreveu ele numa rede social.

A jornalista Amália Barros que acompanhou a votação no plenário da Câmara também estava bastante emocionada.

“Só eu sei o quanto tudo isso foi intenso para mim, quanta dedicação! Meu coração está acelerado e confiante na sanção presidencial. São anos de injustiça com os monoculares sendo corrigido no dia de hoje! ”, desabafou Amália.

Com a aprovação, o senador Rogério voltou a lembrar os sacrifícios que a condição monocular impõe às pessoas que tentam se adaptar a esta realidade. “Sou médico, e tinha o sonho de ser cirurgião”, lembra ele, na época de estudante de medicina. “Tive que mudar meus planos porque precisava da visão dos dois olhos para operar. Nos adaptamos, mas muitas vezes, a vida de um monocular se torna cheia de restrições”, pontua ele que hoje é doutor em saúde pública.

“A partir desta vitória, vejo um novo horizonte para milhares de brasileiros. Enxergamos um ponto final à cegueira de direitos dos monoculares. Agora, temos a lei! ”, conclui o senador.

O projeto segue para sanção do presidente da República.

Confira a íntegra da matéria

Leia também