Começa a semana de combate ao golpe, lembra presidente Rui Falcão

:: Da redação23 de agosto de 2016 13:22

Começa a semana de combate ao golpe, lembra presidente Rui Falcão

:: Da redação23 de agosto de 2016

Começa nessa segunda-feira (22) a semana em que os golpistas planejam caminhar para a consumação de seu assalto ao poder. Querem, na quinta-feira (25), iniciar o julgamento final da presidenta Dilma Rousseff, a qual, é bom repetir, não cometeu qualquer crime.

Os usurpadores – Eduardo Cunha e Michel Temer à frente – querem cassar o voto de 54 milhões de brasileiros e brasileiras que concederam, livre e conscientemente, quatro anos de mandato à Dilma. Trata-se, portanto, de um atentado à democracia, que vem se desdobrando contra os direitos sociais e trabalhistas, contra o patrimônio público e a soberania nacional.

Mas o êxito dos golpistas não está assegurado. Enganam-se os que acham que o PT e os setores democráticos, todos e todas que apoiam Dilma, jogaram a toalha. O “ fora Temer” e as mobilizações, das mais variadas formas, vêm crescendo em todo o País.

É nossa tarefa intensificá-las, reforçar a imensa energia popular que resiste ao golpe; esclarecer o que está em jogo, denunciar o desmanche das conquistas dos governos Lula e Dilma, pressionar democraticamente os senadores e senadoras em seus Estados e no Congresso.

Só a mobilização pode barrar o impeachment. Por isso, conclamo toda a militância a apoiar e participar dos eventos organizados pelas Frentes, que deverão convergir para um grande ato, em Brasília, previsto para a próxima segunda-feira (29).

Nesta data, a presidenta Dilma, numa decisão corajosa, deverá comparecer ao Senado para, ao se defender, reafirmar que “golpe é golpe”, ainda que acobertado por uma chicana jurídica.

P.S: Para quem ainda não viu, sugiro a paródia de “Águas de Março”, a versão “Águas de Temer”, por Boanerges de Castro”, no Youtube.

Rui Falcão é presidente nacional do PT

Leia mais:

Paim destaca papel dos governos Lula e Dilma no sucesso das Olimpíadas

A toque de caixa, comissão aprova MP que libera geral as privatizações