Comércio varejista tem aumento de 0,4% nas vendas em janeiro, diz IBGE

:: Da redação13 de março de 2014 15:19

Comércio varejista tem aumento de 0,4% nas vendas em janeiro, diz IBGE

:: Da redação13 de março de 2014

Em relação a janeiro de 2013, volume de vendas aumentou 6,2%, com alta em todos os estados da Federação.
 

O volume de vendas do comércio varejista brasileiro
cresceu 0,4% em janeiro em relação a dezembro (EBC)

Embora o mercado esperasse queda nas vendas no início deste ano, como costuma acontecer todo janeiro em função do comprometimento da renda dos consumidores com os gastos das Festas, o volume de vendas do comércio varejista brasileiro cresceu 0,4% em janeiro em relação a dezembro, descontadas as variações temporárias (sazonalidades). Na comparação com janeiro de 2013, o volume de vendas aumentou 6,2%, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (13) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com isso, o resultado do setor volta a ser positivo, após a queda de 0,2%em dezembro. A receita nominal (saldo entre todas as receitas arrecadadas e todas as despesas empenhadas) vem crescendo desde junho de 2012, afirma o instituto.
Em relação a dezembro de 2013, sem contar as variações temporárias, o comércio varejista ampliado (que inclui as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção) apresentou altas em oito das dez atividades pesquisadas.

Os resultados foram os seguintes: Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (6,0%); Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (4,2%); Veículos e motos, partes e peças (1,9%); Combustíveis e lubrificantes (1,4%); Móveis e eletrodomésticos (1,2%); Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (1,0%); Livros, jornais, revistas e papelaria (0,6%); Material de construção (0,2%); Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-0,1%); e Tecidos, vestuário e calçados (-0,3%).

Na relação janeiro de 2014 com janeiro de 2013, na série sem ajuste do varejo, apenas a atividade de Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação apresentou resultado negativo, com taxa de -4,6%.

O valor médio (médias móveis) do volume e da receita cresceu 0,2% e 0,8%, respectivamente.Nas comparações sem descontar as variações temporárias, o varejo nacional cresceu 6,2% em volume de vendas em relação a janeiro do ano anterior e 4,3% no acumulado dos últimos 12 meses.

Para os mesmos indicadores, a receita nominal de vendas apresentou taxas de variação de 12,5% e de 11,9%, respectivamente.

No comércio varejista ampliado, na série com ajuste sazonal, houve altas de 2,1% no volume de vendas e de 1,7% na receita nominal. Em relação a janeiro de 2013, tanto as vendas quanto a receita subiram: 3,5% e 8,8%, respectivamente. O acumulado nos últimos 12 meses foi de 3,3% para o volume de vendas e de 8,8% para a receita nominal.

Regiões
Segundo o IBGE, todas as Unidades da Federação registraram resultados positivos no volume de vendas na comparação anual, com destaques para Acre (13,7%); Rondônia (11,0%); Tocantins (10,7%); Alagoas (10,0%); e Maranhão (8,8%).

Em relação à participação na composição da taxa do comércio varejista, os destaques foram São Paulo (6,4%); Rio de Janeiro (4,8%); Minas Gerais (5,9%); Rio Grande do Sul (7,1%); e Paraná (6,9%).

Mais detalhes sobre a pesquisa, clique aqui

Com informações do Blog do Planalto e do IBGE

 

Leia mais:

Comércio abre 2014 em alta de 1,7%

IBGE: vendas no comércio varejista crescem pela 9º vez consecutiva

Valor traz correção a erro da Folha: vendas não caíram no Natal

Vendas no comércio acumulam altas de 4% e receita cresce 8,6% neste ano


Leia também