Contra a asfixia do oligopólio de mídia, The Intercept ganha versão no Brasil

:: Da redação3 de agosto de 2016 14:41

Contra a asfixia do oligopólio de mídia, The Intercept ganha versão no Brasil

:: Da redação3 de agosto de 2016

“Quando começamos a escrever sobre a crise política que assolou o Brasil, não tínhamos a menor ideia do impacto que isso geraria. Mas a reação foi extraordinária”, assim inicia-se o texto em que o jornalista Glenn Greenwald – conhecido por tornar públicos os segredos do ex-agente da CIA Edward Snowden no jornal britânico The Guardian – anuncia o lançamento da versão em português do portal de notícias The Intercept.

De acordo com o jornalista norte-americano, os artigos sobre o Brasil veiculados na plataforma, em inglês e português, aparecem com frequência no topo do ranking das matérias mais lidas do portal. Comportamento que deixa claro, segundo Greenwald, “que há um enorme apetite por formas alternativas de jornalismo no País”.

O jornalista lembra também que a imprensa brasileira, há muito tempo, é dominada por um número reduzido de veículos de comunicação, dos quais a grande maioria apoiou o golpe militar de 1964 e os 21 anos da violenta ditadura de direita que se seguiram.

“Acreditamos que a sede por um jornalismo mais independente, pluralístico e destemido vai além da crise política pela qual passa o Brasil. Ao simplesmente ignorar grande parte da população, os grandes veículos de comunicação brasileiros mascaram os principais desafios sociais e econômicos presentes, assim como a diversidade de opiniões e movimentos existentes no país”, enfatiza.

Leia a íntegra do anúncio de lançamento do The Intercept Brasil

 

Conheça o The Intercept Brasil