Crédito rural para programa ABC cresce 74,8% entre julho e agosto

:: Da redação20 de setembro de 2011 15:05

Crédito rural para programa ABC cresce 74,8% entre julho e agosto

:: Da redação20 de setembro de 2011

Por Bettina Barros, do Valor Econômico

A aplicação do crédito rural destinado ao Programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC), com a incorporação dos programas Propflora (Programa de Plantio Comercial e Recuperação de Florestas) e Produsa (Programa de Estímulo à Produção Agropecuária Sustentável) teve a maior taxa de crescimento entre as linhas de crédito do Plano Agrícola. Entre julho e agosto, o crédito para o programa cresceu 74,8% em relação ao mesmo período de 2010, chegando a R$ 84 milhões. No mesmo período da safra passada foram liberados R$ 48 milhões.

Segundo o coordenador-geral de Análise Econômica do Ministério da Agricultura, Wilson Araújo, a procura por créditos do programa ABC se deve, principalmente, à dinamização e à agilidade na regulamentação do programa. “Observamos muito interesse e a expectativa é de que, nos próximos meses, a procura por financiamentos sob o amparo do programa cresça ainda mais”, afirma Araújo.

O Programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC) incorpora todas as ações que incentivam a produção de alimentos com preservação ambiental. Os projetos de investimento voltados especificamente à  mitigação da emissão de gases de efeito estufa já têm disponibilizados R$ 3,15 bilhões para  2011, que poderão ser contratados com condições mais facilitadas, como taxa de juros de 5,5% ao ano, carência de até oito anos e prazo para pagamento de 15 anos.

Leia também