Luta dos trabalhadores

CUT lança mutirão digital para fortalecer luta nas redes sociais

Projeto Brigadas Digitais é considerado estratégico para fortalecer lutas do movimento sindical
:: CUT30 de agosto de 2021 18:30

CUT lança mutirão digital para fortalecer luta nas redes sociais

:: CUT30 de agosto de 2021

Para fortalecer a Rede Nacional de Comunicação da CUT e combater as fake news, é fundamental estar preparado para a batalha nas redes sociais em defesa da classe trabalhadora e de um país mais justo e para todos. Foi com esse objetivo que a CUT lançou neste sábado (28), dia do seu aniversário de 38 anos, o Projeto “Mutirão da Comunicação – Brigadas Digitais da CUT”.

A atual conjuntura política no Brasil, marcada sobretudo pela ofensiva da extrema direita, que utiliza intensamente as redes sociais para defender a retirada de direitos da classe trabalhadora, interferir no processo eleitoral e disseminar notícias falsas, é um grande desafio para as forças populares e, neste contexto, a CUT sentiu necessidade de repensar a comunicação, os meios de produção e disseminação de informações voltadas para a classe trabalhadora.

O projeto Brigadas Digitais da CUT nasce como um instrumento estratégico para a classe trabalhadora ocupar as redes sociais e fortalecer a pressão em defesa das pautas e lutas do movimento sindical.

Para isso, vai preparar de maneira teórica e prática mais de 60 mil comunicadoras e comunicadores sindicais para que pensem, produzam e disseminem conteúdos, referenciados no projeto político defendido pela Central, em seus territórios de atuação, como o local de trabalho, a escola, a igreja, a comunidade, o sindicato, os territórios quilombolas e indígenas, entre outros.

Integrantes do Coletivo de Comunicação das CUTs nos estados e ramos, dirigentes sindicais, lideranças, trabalhadoras e trabalhadores em comunicação das entidades sindicais, educadoras e educadores militantes de sindicatos, trabalhadoras e trabalhadores nos seus locais de trabalho e  todo  movimento sindical CUTista estão sendo convidados para serem uma ou um comunicador popular, atuar em rede e de forma organizada em uma Brigada Digital para contribuir com a construção de uma nova política de comunicação que dialogue com a classe trabalhadora, com as pautas e saberes e sonhos da classe trabalhadora.

Para o presidente da CUT, Sérgio Nobre, que inclusive está sendo o embaixador e divulgando o projeto por todo país, o Projeto Brigadas Digitais da CUT é prioridade e fundamental para que a Central dialogue com milhões de pessoas no país, amplie a voz da classe trabalhadora nas redes sociais e impacte decisões no Congresso Nacional e dos patrões.

“Tem muita gente duvidando da nossa capacidade de conseguir articular e organizar nossa militância CUTista em uma rede de comunicação forte para influenciar decisões de governos e patrões na luta para recuperar nossos direitos e nosso país”, argumenta Sérgio.

“Este projeto será prioritário e fundamental para a vitória.  Nós vamos fazer, temos capacidade para isso porque somos CUT”, disse o presidente nacional da CUT em vídeo gravado para apresentar o projeto para toda a rede CUT.

Durante o mês de agosto, a CUT apresentou e aprovou o projeto com todos os representantes da Central nos estados e nos ramos, no dia 1º de setembro começam as inscrições e no dia 21 de setembro, a CUT está programando um Encontro de abertura do Mutirão da Comunicação – Brigadas Digitais da CUT. O percurso formativo será feito em 4 fases e tem como proposta formar quase 6 mil Brigadas Digitais até dezembro de 2022.

Confira a íntegra da matéria

Leia também