Delcídio discute solução para turismo de fronteira

Senador pretende ampliar visitas na região de fronteira do Mato Grosso do Sul com Paraguai.

:: Da redação26 de agosto de 2013 20:24

Delcídio discute solução para turismo de fronteira

:: Da redação26 de agosto de 2013

É preciso investir nas cidades de fronteira, garantir
mais educação, saúde e uma legislação trabalhista
comum que facilite a vida de quem vive na região,
além de diversificar a economia

O secretário de turismo do Departamento do Estado de Amambay, Paraguai, Jackson Weaver, foi recebido em audiência, no último final de semana, pelo senador Delcídio do Amaral (PT-MS), em Campo Grande, com quem discutiu alternativas para incrementar o turismo na fronteira Brasil-Paraguai.

Weaver conversou com o senador petista sobre as pesquisas arqueológicas realizadas nos lados paraguaio e brasileiro e a comercialização de artesanato indígena como fonte de renda e geração de empregos na região.

“Sabemos que o senador defende uma política específica para as regiões de fronteira, com investimentos na geração de empregos, o que trará perspectivas de vida melhores, não só no Brasil, mas, também para o Paraguai, além de ser um político ligado à arte e a cultura, com grande prestígio em Brasília”, disse Weaver. “O novo governo do Departamento de Amambay está determinado a mudar a imagem da fronteira para acabar com a ideia de ser um lugar de violência, contrabando e tráfico de drogas. Para isso precisamos do apoio dos nossos vizinhos, porque desejamos viabilizar um projeto de parceria com Mato Grosso do Sul, a partir do turismo. Temos uma região rica em atrativos, inclusive com novas descobertas de artes rupestres, que certamente os brasileiros vão gostar de conhecer”, avaliou.

De acordo com o secretário de Turismo, na região de Cerro Corá existe um enorme potencial histórico e turístico a ser explorado. Além de belezas naturais e do Parque do Cerro Corá – criado no local que foi cenário da última batalha da Guerra do Paraguai – a região reserva ainda para os visitantes, vestígios de antigas civilizações que habitaram o local há milhares de ano.

“A proposta vem ao encontro do que tenho proposto desde que tomei posse como senador, em 2003. É preciso investir nas cidades de fronteira, garantir mais educação, saúde e uma legislação trabalhista comum que facilite a vida de quem vive na região, além de diversificar a economia. E eu não tenho duvida de que o turismo é uma excelente alternativa para aumentar a oferta de empregos”, ressaltou Delcídio. “É preciso atrair não só o visitante que vai as  compras , mas aqueles que querem conhecer a história e a cultura de  uma região marcante na trajetória de brasileiros e paraguaios e que, pelo menos do nosso lado , é praticamente desconhecida da maioria da população. Vamos fazer gestões junto ao Ministério do Turismo e também em âmbito estadual para desenvolver um projeto conjunto que trará benefícios para Mato Grosso do Sul e nossos irmãos do Departamento de Amambay”, garantiu.

Com informações da Assessoria do senador Delcídio do Amaral

Leia também