Demanda doméstica de viagens de avião cresce 1,27% em março

:: Da redação23 de abril de 2012 13:59

Demanda doméstica de viagens de avião cresce 1,27% em março

:: Da redação23 de abril de 2012

A demanda doméstica do transporte aéreo de passageiros cresceu 1,27% em março de 2012 quando comparada com o mesmo mês de 2011. No primeiro trimestre de 2012, a expansão foi de 7,25% em relação ao mesmo período do ano passado.

Avianca e Trip tiveram as maiores taxas de crescimento da demanda, da ordem de 131% e 68,07%, respectivamente, em março de 2012 em relação a março de 2011, enquanto TAM e GOL registraram redução, da ordem de 7,73% e de 10,07%, respectivamente, no mesmo período.

Oferta doméstica

A oferta no mercado doméstico apresentou crescimento de 6,99% em março passado em relação a março de 2011. No primeiro trimestre deste ano, o crescimento foi de 11,33% também na comparação com o mesmo período do ano passado.

O resultado de março de 2012 representa o maior nível de oferta e de demanda do transporte aéreo doméstico para o mês de março desde o início da série, em 2000.

Participação de mercado doméstico

TAM e GOL lideraram o mercado doméstico em março de 2012, em demanda, com 38,25% e 34,44%, respectivamente. No acumulado do primeiro trimestre de 2012, a participação das duas empresas alcançou 39,42% e de 34,30%, respectivamente.

A soma do market share das líderes em março de 2012 (72,70%) registrou queda de 9,99% em relação ao mesmo mês de 2011, que foi de 80,77% do mercado. No primeiro trimestre de 2012, TAM e GOL acumularam perda de participação de mercado de 5,77% e de 11,13%, respectivamente, quando comparada ao mesmo período de 2011.

A participação das demais empresas apresentou crescimento de 41,97% no período, passando de 19,23% em março de 2011 para 27,3% em março de 2012. No primeiro trimestre de 2012, o market share das demais empresas acumulou alta de 34,22% em relação ao mesmo período de 2011.

Entre as empresas que apresentaram participação no mercado doméstico superior a 1%, em demanda, Avianca e Trip registraram o maior crescimento na participação de mercado de março de 2012 quando comparada a março de 2011. A Avianca passou de 2,43% para 5,54% (crescimento de 127,98%) e a Trip de 2,61% para 4,33% (expansão de 65,96%).

Ocupação

A taxa média de ocupação dos voos domésticos de passageiros foi de 66,31% em março de 2012, contra 70,06% de março de 2011, o que representou uma queda de 5,35%. No acumulado do primeiro trimestre de 2012, a redução foi de 3,66% quando comparado ao mesmo período de 2011. Entre as seis empresas que apresentaram participação no mercado doméstico superior a 1%, as maiores taxas de ocupação em março de 2012 foram alcançadas por Avianca e Azul, com 79,70% e 77,94%, respectivamente.

Demanda e oferta no transporte aéreo internacional

A demanda do transporte aéreo internacional de passageiros caiu 2,96% em março de 2012 em relação a março de 2011. A oferta registrou redução de 3,14% no mesmo período. De janeiro a março de 2012, a demanda registrou crescimento de 2,85% e a oferta caiu 2,35% quando comparadas com o mesmo período de 2011. A GOL apresentou redução de 21,12% na demanda de março de 2012 em relação ao mesmo mês do ano anterior, enquanto a TAM registrou aumento de 0,93% no mesmo período.

Participação de mercado no transporte aéreo internacional

A TAM com 90,30% e a GOL com 9,70% representaram praticamente a totalidade da participação das empresas brasileiras no transporte aéreo internacional de passageiros em março de 2012. A TAM registrou um aumento na sua participação em relação ao mesmo mês de 2011, da ordem de 4%, enquanto a GOL registrou queda de 18,72% no mesmo período.

Taxa Média de Ocupação no transporte aéreo internacional

A taxa média de ocupação dos voos internacionais de passageiros operados por empresas brasileiras alcançou 77,15% em março de 2012, contra 77,01% do mesmo mês de 2011, permanecendo praticamente estável no período. O resultado é o melhor aproveitamento para o mês de março desde 2007. Entre as líderes no mercado internacional, o aproveitamento da TAM em março foi de 79,50%, enquanto o da GOL ficou em 60,49%.

Os Dados Comparativos são elaborados com base nas operações regulares e não regulares de empresas brasileiras concessionárias dos serviços de transporte aéreo público de passageiros.

Anac

Leia também