Depois de Cuba, Dilma marca ida aos EUA e encontro com BRICS

:: Da redação8 de fevereiro de 2012 13:17

Depois de Cuba, Dilma marca ida aos EUA e encontro com BRICS

:: Da redação8 de fevereiro de 2012

Presidenta deve retribuir em abril visita feita no ano passado pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Antes, Dilma Rousseff irá à Índia, para encontro dos BRICS, o grupo das principais economias emergentes, e à Alemanha, para feita de tecnologia da informação e reunião com chanceler Angela Merkel.

Depois de um giro por Cuba e Haiti, a presidenta Dilma Rousseff já acertou o roteiro de suas próximas viagens internacionais este ano. A agenda de compromissos no exterior inclui uma reunião dos BRICS, o grupo das principais economias emergentes, seguida de visita aos Estados Unidos, para encontro com o presidente Barack Obama, que vai disputar a reeleição.

A reunião dos BRICS – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – está marcada para acontecer entre os dias 28 e 30 de março, em Nova Délhi, a capital indiana, segundo informações divulgadas pela Presidência da República nessa terça-feira (7).

BRICS são uma expressão criada por um banco norte-americano (originalmente, o termo era só BRIC, sem o S de África do Sul), o Goldman Sachs, de cujas fileiras saíram os atuais chefes de governo de dois países europeus em crise, Grécia e Itália.

Nos EUA, Dilma estará entre os dias 9 e 11 de abril. A viagem destina-se principalmente a retribuir visita feita em março do ano passado por Obama ao Brasil, mas ela também deverá ter compromissos na Universidade de Harvard e no MIT, o famoso Instituto de Tecnologia de Massachussetts.

Um mês antes – antes, portanto, do encontro dos BRICS e da ida aos EUA -, Dilma deverá ir à Alemanha, para participar da Feira Internacional de Tecnologia da Informação e para um encontro com a chanceler daquele país, Angela Merkel.

Carta Maior

Leia também