Deputadas petistas destacam número recorde de prefeitas eleitas em 2012

:: Da redação9 de outubro de 2012 12:56

Deputadas petistas destacam número recorde de prefeitas eleitas em 2012

:: Da redação9 de outubro de 2012

O Partido dos Trabalhadores elegeu 67 prefeitas entre as 663 mulheres eleitas para o cargo nas eleições deste ano.

A coordenadora da bancada feminina da Câmara, Janete Rocha Pietá (PT-SP), e a deputada Benedita da Silva (PT-RJ), membro da Comissão de Seguridade Social e Família, enfatizaram o número “recorde” de prefeitas eleitas em todo o País.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 663 mulheres vão assumir prefeituras em 2013. Elas representam 12,03% dos prefeitos eleitos até agora, de acordo com dados do TSE. O PT fez 67 prefeitas, entre elas, Elisa Costa, de Governador Valadares (MG); Conceição, de Angra dos Reis (RJ), Professora Selma Bastos, de Goiás (GO), e Professora Lucimar, de Valparaíso (GO).

Na avaliação de Janete Pietá e Benedita da Silva, a eleição de Dilma Rousseff para a presidência da República motivou muitas mulheres a participar mais ativamente da vida política. “O Brasil está vivendo um momento novo com a eleição da presidenta Dilma. Ela é referência, e o seu governo também”, afirmou Pietá. Ela lembrou ainda que houve um aumento de 332% na eleição de mulheres para as prefeituras de todo o País. “Um recorde que deve ser comemorado por todas nós, que representamos a maioria da população”.

Para Benedita da Silva, a oportunidade de disputar eleições é também uma forma de as mulheres ocuparem mais espaços na sociedade. “Não queremos apenas o cumprimento da exigência da cota mínima de 30% de mulheres entre os candidatos inscritos nas eleições proporcionais. Queremos trabalhar pela paridade. Isso sim é uma questão política, ideológica e de qualificação para as mulheres do PT”, destacou Benedita da Silva.

Pietá enfatizou a força das mulheres no interior do País, com o maior número de prefeitas eleitas, bem como a eleição de Teresa Jucá (PMDB-RR) para a prefeitura de Boa Vista e da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), que concorre, no segundo turno, em Manaus. A coordenadora da bancada feminina na Câmara reiterou a necessidade de aprovar o quanto antes a reforma política, contemplando o voto em listas fechadas, com alternância de sexo.

PT na Câmara

Leia também