Dilma: “A prioridade deste País só pode ser a população

:: Da redação13 de setembro de 2013 18:25

Dilma: “A prioridade deste País só pode ser a população

:: Da redação13 de setembro de 2013

“O Pronatec é tão importante que nós vamos
torná-lo um programa permanente do governo”

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) vai se tornar permanente. A garantia foi dada pela presidenta Dilma Rousseff, nesta sexta-feira (13), em Uberlândia (MG), durante a formatura de 2.634 alunos do Pronatec-Brasil Sem Miséria. Ela reafirmou a importância do ensino técnico para competir no mundo, para melhorar a economia, e por isso a formação dos trabalhadores tem que ser constante. “O Pronatec é um dos programas de que o Governo Federal tem mais orgulho”, revelou Dilma.

“O Pronatec é tão importante que nós vamos torná-lo um programa permanente do governo. O Brasil precisa de ensino técnico para poder competir no mundo, para melhorar nós mesmos, a nossa economia. Sem trabalhadores especializados, com empregos cada vez melhores, ganhando melhores salários, nós não seremos e não realizaremos tudo aquilo que podemos, todo nosso potencial. O mundo está entrando num outro momento, a chamada economia do conhecimento. Quanto mais estudo, melhor para o país”, disse a presidenta.

Os 2.634 alunos formados hoje no Pronatec são das cidades mineiras de Uberlândia, Uberaba, Araxá, Patos de Minas e Ituiutaba. “Os cursos não ofereceram apenas conhecimento. Despertaram sentimentos e virtudes, ensinando a superar diversidades”, afirmou a formanda Cibele Barbosa.

O Pronatec Brasil Sem Miséria já realizou 700 mil inscrições em mais de 1,8 mil cidades brasileiras. Em todo o Brasil, o programa oferece mais de 500 cursos de qualificação profissional a jovens de baixa renda. “Tem de ter educação, emprego de qualidade e oportunidades igual para todos”, afirmou a presidenta Dilma Rousseff.

Dilma aproveitou a solenidade para comentar a importância da aprovação da lei que destina 75% dos royalties do petróleo para a educação e 25% para a saúde. “Nos próximos 50 anos o Brasil vai ter dinheiro para investir na educação. Inclusive, para pagar um salário decente aos professores”, avaliou a presidenta. Ela lembrou que esses recursos vão permitir avanços, como a ampliação do ensino integral na rede pública.

Ela defendeu que as crianças fiquem mais tempo na escola, já que o integral potencializa a qualidade do aprendizado. A presidenta também destacou o Pacto pela Alfabetização na Idade Certa, iniciativa que vai capacitar as escolas e os professores. “Até os oito anos, todas as crianças no país têm que saber as quatro operações, ler e interpretar um texto”. E também defendeu o investimento na pré-escola e nas creches. “Crianças precisam frequentar creches porque nesses ambientes elas são estimuladas e isso aumenta a capacidade de aprendizado”. Todas essas conquistas serão facilitadas com a destinação dos recursos do petróleo para a educação.

dilma_02

“A gente só tem certeza de acabar
completamente com a miséria e a pobreza
por dois caminhos: emprego e educação de
qualidade para todo mundo”

Aos formandos mineiros do Pronatec, Dilma manifestou sua confiança de que a formação profissionalizante recebida por eles vai contribuir para que melhorem de vida e ajudem o país a crescer. “Esse diploma de hoje abre o caminho de vocês e eu tenho certeza que vocês vão aproveitar essa oportunidade”. A presidenta afirmou que os números da economia só fazem sentido quando se analisa o impacto deles na vida das pessoas. “A prioridade deste País só pode ser a população. Se a vida não melhora, o País não cresce”.

A presidenta destacou um motivo especial de orgulho: quase 70% dos alunos do Pronatec são mulheres que estão sendo capacitadas em muitas áreas tradicionalmente ocupadas pelos homens. “Nós mulheres temos de ir à luta”, defendeu. Os cursos profissionalizantes gratuitos oferecidos pelo Pronatec são destinados às pessoas de baixa renda e têm entre seus alunos, um número expressivo de beneficiárias do Bolsa Família. Para participar dos cursos, é preciso estar inscrito no Cadastro Único do Bolsa Família. Dos 8 milhões de vagas do Pronatec, um milhão são reservadas exclusivamente para os beneficiários do programa de complementação de renda.

“Estamos provando aqui que uma Sexta-Feira 13 é dia de alegria e sorte”, brincou a presidenta. Ela explicou que a oferta de cursos do Pronatec expressa a responsabilidade do governo com a população, já que a educação e o emprego são os caminhos para a erradicação da pobreza.

“A gente só tem certeza de acabar completamente com a miséria e a pobreza por dois caminhos: emprego e educação de qualidade para todo mundo. Tem de acabar com essa história antiga de país rico com povo pobre. Jamais podemos aceitar isso outra vez. País rico é país sem miséria. Não basta o PIB crescer, tem de crescer para vocês, a saúde tem de melhorar, tem de trazer mais médicos. Não basta o PIB crescer se não houver cada vez mais empregos de melhor qualidade”, afirmou.

Leia também