Economia e saúde são principais assuntos do Conselho Político

:: Da redação30 de agosto de 2011 17:33

Economia e saúde são principais assuntos do Conselho Político

:: Da redação30 de agosto de 2011

A crise financeira mundial foi um dos principais temas debatidos na reunião do Conselho Político nesta segunda-feira (29/8) no Palácio do Planalto. Segundo o líder do PT e do bloco de apoio ao governo no Senado Federal, Humberto Costa (PE), que participou do encontro, a presidenta Dilma Rousseff reforçou mais uma vez a importância das medidas de ajuste fiscal do governo para evitar a subida da inflação e para fazer com que o Brasil passe tranquilo pela crise financeira mundial.

“Dilma disse que, em nenhuma hipótese, fará o enfrentamento à crise com políticas recessivas, mas com o crescimento econômico, como ficou provado que era o melhor a ser feito em 2008”, ressaltou Humberto Costa. Ainda de acordo com o líder, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, reforçou a importância dos cortes de custeio e do aumento do superávit fiscal em R$ 10 bilhões. Em entrevista coletiva realizada após a reunião, o ministro anunciou nova meta de superávit do governo central, ampliada de R$ 81 bilhões para R$ 91 bilhões.

“Mantega explicou na ocasião que essas medidas criam as condições para o Brasil adotar taxas de juros mais baixas”, informou o senador. A Emenda 29, que fixa recursos para saúde, e o Projeto de Emenda Constitucional nº 300, que cria um piso salarial aos agentes de segurança em todo o país, também fizeram parte da pauta do Conselho.

Segundo Humberto, a presidente também falou sobre a sua preocupação com o impacto nas contas do governo criado pelas duas matérias, embora seja importante a necessidade de criação de uma nova fonte de financiamento da saúde. O próprio senador defendeu na reunião do Conselho, a necessidade de novas fontes de recursos para a saúde. A questão exige maiores discussões, diz Humberto, afim de que se encontre uma solução para o fortalecimento do SUS no país.

Assessoria de Imprensa do senador Humberto Costa

Fonte: Assessoria de Imprensa da Liderança do PT no Senado

Leia também