Renovação da esquerda

Eleições municipais revelaram novas lideranças da esquerda

“Análises políticas isentas terão que reconhecer que o bolsonarismo cansou e a esquerda revelou novos líderes. Um certo conservadorismo cético ainda prevaleceu na maioria dos pleitos e um antipetismo caricato ainda serviu de espantalho. Pavimenta-se nova rota à esquerda”, afirma o senador Jean Paul Prates, que concorreu à prefeitura de Natal.
:: Da redação30 de novembro de 2020 20:43

Eleições municipais revelaram novas lideranças da esquerda

:: Da redação30 de novembro de 2020

No dia seguinte às eleições, os senadores do PT usarem suas redes sociais para comentar o resultado das urnas.

O líder do PT no Senado, Rogério Carvalho (SE), destacou que “apesar de todas as tentativas de acabarem com o PT, permanecemos vivos e fortes na mente e no coração das pessoas, como a esperança de um Brasil mais justo”.

Já o senador Paulo Rocha parabenizou Edmilson Rodrigues (PSOL) pela vitória na prefeitura de Belém, capital do seu estado. O vice-prefeito, Edilson Moura, é do Partido dos Trabalhadores.

“A esquerda trará de volta a esperança e as melhorias que o nosso povo espera. Parabéns pela grande vitória em Belém! Rumo a uma cidade com novas ideias”, afirmou o senador paraense.

Humberto Costa (PT-PE) também parabenizou a candidata do PT à prefeitura de Recife, Marília Arraes, mesmo não tendo sido eleita, “por manter a nossa estrela brilhando”.

“Eu quero dar meus parabéns a Marília Arraes. Ela fez uma campanha grande, bonita e que, sobretudo, levou o Recife a mostrar o seguinte: o antipetismo é uma tese que não cola”, destacou o senador Humberto.

E complementou: “Seu caminho é longo e grandioso! Há muita luta pela frente!”

Marília Arraes segue seu mandato como deputada federal pelo PT de Pernambuco.

O senador Jean Paul Prates, que concorreu no primeiro turno das eleições à prefeitura de Natal, acredita que há uma nova rota à esquerda sendo pavimentada.

“Análises políticas isentas terão que reconhecer que o bolsonarismo cansou e a esquerda revelou novos líderes. Um certo conservadorismo cético ainda prevaleceu na maioria dos pleitos e um antipetismo caricato ainda serviu de espantalho. Pavimenta-se nova rota à esquerda”.

Jaques Wagner (PT-BA) também comemorou a renovação da esquerda brasileira. “Uma das coisas que mais me alegrou nessa eleição foi a renovação geracional da esquerda brasileira. É extremamente positivo termos as novas gerações ocupando os espaços da política”, afirmou.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal, Paulo Paim (PT-RS) destacou o trabalho do Tribunal Superior Eleitoral em todo processo das eleições municipais, e disse que a democracia sai fortalecida.

“Parabéns ao TSE pelo trabalho desenvolvido neste processo eleitoral do segundo turno das eleições municipais. A democracia sai fortalecida. Mais do que ganhar ou perder, é preciso respeitar o resultado das urnas. É na prática da cidadania que se consolida o exercício da liberdade”.

 

Leia também