Em alta, captação da poupança bate novo recorde

Depósitos superaram os saques em R$ 4,6 bi no mês passado e somam, no acumulado do ano, R$ 42 bi.

:: Da redação6 de setembro de 2013 18:51

Em alta, captação da poupança bate novo recorde

:: Da redação6 de setembro de 2013

poupaaAs cadernetas de poupança continuam um investimento atraente para os brasileiros. Mês a mês, os depósitos superam as retiradas, demonstrando a confiança da população na aplicação, que os economistas mais pessimistas costumam chamar de “pouco atraentes”, porque o retorno é inferior a outros. Na prática, fica cada vez mais clara a impressão de que, para o pequeno investidor, vale muito mais o rendimento seguro que o lucro incerto.

Em agosto, os depósitos em caderneta somaram R$ 122,2 bilhões. Os saques ficaram em R$ 117,5 bilhões, o que resultou em captação líquida de R$ 4,6 bilhões no mês. No acumulado do ano até agosto, os depósitos na caderneta de poupança superaram os saques em R$ 42,251 bilhões. Novo recorde positivo, segundo o Banco Central. De janeiro a agosto de 2012, a captação estava positiva em R$ 27,234 bilhões.

Os números foram divulgados pelo Banco Central no início da noite dessa quinta-feira (5). Os rendimentos em poupança contabilizaram R$ 2,6 bilhões em agosto, elevando o estoque para R$ 557,4 bilhões, dos quais R$ 435,2 bilhões no Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo, que financia parte do sistema imobiliário, e R$ 122,2 bilhões da poupança rural.

Em julho, os números já haviam superado os saques em R$ 9,331 bilhões, mantendo uma tendência positiva que fez com que a captação de junho fosse a maior da história: R$ 9,451 bilhões.

Neste ano, até o mês passado, os depósitos somaram R$ 924,230 bilhões e os saques, R$ 881,978 bilhões.

Novas regras
No ano passado, o governo mudou a regra de remuneração da poupança. Manteve o rendimento de 0,5% ao mês (6,17% ao ano) mais Taxa Referencial (TR) com taxa básica de juros (Selic) acima de 8,50%, e determinou que, quando os juros básicos da economia estiverem iguais ou inferiores a 8,5% ao ano, a caderneta rende só 70% da Selic mais a TR.

O cálculo é válido para depósitos na poupança feitos a partir de 4 de maio do ano passado. Para os depósitos anteriores, o rendimento segue a regra antiga, de 0,5% ao mês mais a TR. A poupança é isenta de taxa de administração e de impostos.

Com informações das agências de notícias
 

Leia mais:

Poupança tem segunda maior captação líquida da história
 

Captação da poupança atinge recorde de R$ 18,8 bilhões no ano

 

Leia também