Participação efetiva

Em outubro, encontro nacional reunirá mulheres petistas

O encontro ocorrerá em Brasília, nos dias 7 e 8 de outubro, com presença do presidente Lula
:: Alessandra Gondim19 de setembro de 2017 16:15

Em outubro, encontro nacional reunirá mulheres petistas

:: Alessandra Gondim19 de setembro de 2017

O Partido dos Trabalhadores realizou, entre sábado e domingo, dias 16 e 17 de setembro, o processo de escolha das direções estaduais das Setoriais de Mulheres do Partido dos Trabalhadores. Mais de 5 mil mulheres participaram do processo, em 23 estados. Os Setoriais e as Secretarias Setoriais têm como objetivo principal promover diálogo entre o partido e os movimentos sociais, reforçando a participação do PT nas mobilizações e dialogando para a promoção de direitos e transformações em cada segmento da sociedade.

Para a presidenta Nacional do Partido, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), o encontro dos setoriais estaduais das mulheres foi um sucesso. “Nós reunimos mais de 5 mil mulheres petistas, que conversaram sobre política e sobre o partido, e que estão muito animadas para participar do encontro nacional, em outubro. Esse encontro vai ser um marco histórico porque, pela primeira vez, o PT tem uma mulher presidenta e as mulheres querem fazer uma participação efetiva nas instâncias partidárias”, avaliou. Gleisi confirmou a presença do ex-Presidente Lula no encontro nacional das mulheres, que vai acontecer nos dias 7 e 8 de outubro, em Brasília.

Laisy Moriére, Secretária Nacional de Mulheres do PT, também faz uma avalição positiva dos encontros. “Discutiu-se a questão da conjuntura, a questão do programa para mulheres para o próximo período e a própria situação do país. As mulheres estavam muito felizes e praticamente não teve incidentes, ou seja, correu tudo muito bem”.

Participaram do encontro todas as mulheres com filiação anterior ao dia 22 de outubro de 2016, não sendo necessária a escolha de opção setorial que, no caso de Mulheres, é classificada como identitária. Em todos os estados os encontros foram representativos e contaram com a presença de inúmeras mulheres. Proporcionalmente, o Ceará teve o maior encontro, com 655 mulheres que estiveram presentes para eleger sua candidata e participar das discussões do partido. Fátima Bandeira foi eleita, com 355 votos, para estar à frente da setorial do estado.

Ao longo do mês de setembro, serão realizados mais de 300 encontros em todo país para definir as setoriais estaduais, assim como Combate ao Racismo, LGBT, Meio Ambiente, Agrário etc. Os estados que faltam eleger as secretarias de mulheres são: Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e Santa Catarina, que irão votar em suas representantes entre os dias 23 e 24 deste mês.

Com informações do PT Nacional

Leia também