Desfile histórico

Paraíso do Tuiuti denuncia “cativeiro social ” e o golpe de Estado no Brasil

Leia matéria e veja o desfile da escola que mostrou as consequências do golpe e que a Globo tentou censurar
:: Carlos Mota12 de fevereiro de 2018 11:35

Paraíso do Tuiuti denuncia “cativeiro social ” e o golpe de Estado no Brasil

:: Carlos Mota12 de fevereiro de 2018

Desfile histórico

DESFILE HISTÓRICOAcompanhe a REPRISE do desfile da escola de samba Paraíso do Tuiuti, que denunciou as consequências do golpe contra a presidenta Dilma Rousseff na noite dessa segunda-feira (11), no sambódromo carioca (confira a repercussão: http://bit.ly/2ECjneO).

Publicado por PT no Senado em Segunda, 12 de fevereiro de 2018

Representante do grupo especial das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, a Paraíso do Tuiuti levou para o Sambódromo carioca, na noite dessa segunda-feira (11), as consequências do golpe contra a presidenta Dilma Rousseff, em 2016.

A Tuiuti foi para a avenida com o samba-enredo “Meu Deus, meu Deus, está extinta a escravidão?”. Alas e alegorias da escola de samba criticaram temas como a reforma trabalhista e os “Manifestoches” —  clara referência aos “paneleiros” vestidos de verde e amarelo que foram às ruas pedir o impeachment da presidenta Dilma Rousseff. A forte crítica social do desfile também abriu espaço para elogiar os “Guerreiros da CLT”.

Mas talvez o grande destaque tenha sido o “vampirão” Michel Temer levado em um dos carros alegóricos, representando o projeto sangue-suga neoliberal que assumiu o Brasil com a deposição de Dilma.

Michel Temer reproduzido como “vampirão”, representando o projeto neoliberal sangue-suga que tomou conta do País após a deposição da presidenta Dilma. Foto: Divulgação

Nas redes sociais, o líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ), destacou o desfile da escola carioca. “A Paraíso do Tuiuti fez um desfile antológico nesta primeira noite do Grupo Especial: denunciando as modernas formas de escravidão, a escola apresentou Temer de vampiro, o pato da Fiesp e a destruição dos direitos trabalhistas. O povo nas arquibancadas respondeu com gritos de ‘Lula!’. Uma noite histórica!”, exclamou o petista.

A senadora e presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), também foi as redes elogiar o “histórico” desfile. “Fantasias ironizando os desmontes causados pelo atual governo —  como a Reforma Trabalhista visivelmente pesando no dia a dia do povo após sua aprovação —  e outros figurinos como “fantoches em defesa do golpe” foram um dos assuntos mais comentados nas redes nesta madrugada. Nota 10!”

O grupo especial das Escolas de Samba do Rio de Janeiro é o mais tradicional desfile do gênero no mundo. A transmissão na TV foi de responsabilidade da Rede Globo, mas os comentaristas da emissora evitaram contextualizar as alas da Paraíso do Tuíuti. Mas nem precisava: as imagens mostravam por si só as mazelas decorrentes do golpe de Estado impetrado no Brasil há menos de dois anos.