Ex-líderes enaltecem história da bancada do PT na Câmara

:: Da redação11 de dezembro de 2013 13:14

Ex-líderes enaltecem história da bancada do PT na Câmara

:: Da redação11 de dezembro de 2013

Petistas relembraram as lutas que vivenciaram
no Congresso Nacional durante evento.
 
(Salu Parente/Liderança PT)

“Foi uma honra, um desafio, um aprendizado”. Apesar dos momentos diferentes em que exerceram a liderança do PT na Câmara, vários ex-líderes resumiram basicamente nestas três palavras a passagem deles pelo comando da bancada. Dez deles estiveram presentes ao lançamento do livro que narra a trajetória de lutas dos líderes do PT na Câmara entre 1980 a 2013.

Todos relembraram as lutas que vivenciaram no Congresso em meio ao evento prestigiado por integrantes da bancada, funcionários da liderança e dos gabinetes parlamentares.

Ao elogiar o lançamento do livro, o líder da bancada em 1997, José Machado, disse que o momento mais marcante daquele período foi à oposição firme ao governo FHC. “O combate ao projeto de reeleição, que vinha contaminada com denúncias de compra de votos, foi importantíssimo”, destacou. Depois a imprensa da época mostrou que o governo comprava votos a favor da reeleição, em valores que giravam em torno de 200 mil reais.

Já durante o governo Lula, em 2003, o então líder, deputado Nelson Pellegrino (PT-BA), enfatizou o desafio de atuar pela primeira vez como base do governo federal. “Aquela foi uma experiência única. Grande parte da bancada de 93 deputados nunca tinha sido governo na vida e tiveram que aprender a exercer esse novo papel”, explicou.

Aliado ao difícil momento de ajustes econômicos, “tomados pelo governo Lula para superar a crise herdada do governo tucano”, o atual líder do governo, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), e líder da bancada em 2004, disse que os petistas também tiveram que se adaptar “ao difícil exercício de comandar o País”.

Para o líder do PT em 2005,o ex-deputado Paulo Rocha, o esforço valeu a pena, apesar das inúmeras dificuldades. “Vivi os dois momentos: na oposição, aguerrida e articulada com os interesses do povo, e no governo, quando criamos força para transformamos as reinvindicações populares em leis a favor da população”, afirmou.

O deputado Henrique Fontana (PT-RS), que dirigiu a bancada em 2006, relembrou a dificuldade do momento de maior ataque ao partido. “Foi o maior desafio da minha vida política, ao lado do grande desafio de ter sido líder do governo Lula. Foi um momento marcante”, lembrou Fontana.

Na avaliação de Luiz Sergio (PT-RJ), líder petista em 2007, a passagem pelo comando do partido também foi motivo de orgulho e aprendizado. “Liderar essa bancada no primeiro ano do segundo mandato do Lula, momento onde consolidávamos nosso projeto, foi um dos grandes momentos da minha carreira parlamentar”, afirmou.

O líder em 2008, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), disse que foi uma honra liderar a bancada em uma nova fase para o Brasil. “O Brasil ficou mais forte no mundo, e o povo passou a ocupar o centro das atenções com as politicas de desenvolvimento econômico, com distribuição de renda e geração de emprego”, frisou o deputado paulista.

Para o deputado Fernando Ferro (PT-PE), líder do partido em 2009, o lançamento do livro ajuda a recuperar todos esses momentos. “Isso ajuda a compreender a importância de uma bancada rica do ponto de vista ideológico e politico e decisiva na formulação de projetos e políticas que fizeram e fazem o Brasil crescer”, opinou o pernambucano.

Já o primeiro líder da bancada do PT no primeiro ano do governo da presidenta Dilma Rousseff, deputado Paulo Teixeira (PT-SP), disse que liderar uma bancada qualificada como a do PT é “uma escola” para qualquer parlamentar. “Aprendi muito com essa bancada”, revelou.

O deputado João Paulo Cunha (PT-SP), líder do partido em 2002, também compareceu ao evento.

PT na Câmara

Leia também