Força, Lula: Solidariedade ao ex-presidente domina discursos

:: Da redação1 de novembro de 2011 10:55

Força, Lula: Solidariedade ao ex-presidente domina discursos

:: Da redação1 de novembro de 2011

As segundas-feiras costumam ser dias de discursos mornos e pouco movimento no plenário do Senado. Nesta segunda-feira, dia 31/10, o que se viu e ouviu foi muito diferente. Independentemente de partidos ou posições políticas, um único tema dominou os pronunciamentos da sessão ordinária: a solidariedade ao ex-presidente e atual presidente de honra do PT, Luiz Inácio Lula da Silva.

O tema já dominava as conversas desde esta manhã. Na reunião da Comissão de Direitos Humanos (CDH), reunida em audiência pública para debater, com os Movimentos Sociais, o novo Código Florestal, a doença do ex-presidente abriu os debates. Quem pôde, desejou o pronto restabelecimento do líder petista e desejou força para o enfrentamento da doença.

Presença habitual nas sessões de segunda-feira, o senador Paulo Paim (PT-RS) foi o primeiro a ocupar o plenário para saudar Lula:”Tenho a certeza de que ele vencerá mais essa batalha”, disse. E prosseguiu: “Eu queria dizer para o nosso amigo que a Nação torce por ele; o Congresso, tenho certeza, independentemente de situação e oposição, está também torcendo para que ele saia bem e volte para o convívio de todos nós, fazendo política da forma que, eu diria, ele sabe fazer como ninguém”, disse.

Paim lembrou da solidariedade demonstrada pelo ex-presidente quando seu filho esteve internado numa UTI: “Houve um episódio, inclusive, em que eu estava com um filho meu na UTI muito mal, mal mesmo, ele estava no Rio de Janeiro, eu me lembro ele deu uma bela mensagem; o guri na UTI e o guri não esqueceu isso. Então, há uma relação de muito respeito pelo Presidente Lula”.

Em seguida, a senadora Angela Portela (PT-RR) disse que queria expressar sua solidariedade a Lula :”Ele sabe que pode contar com o carinho e a solidariedade do povo brasileiro e desta Parlamentar que tem um enorme carinho por ele.” E acrescentou: “ Tenho certeza que milhões de brasileiros neste momento rezam e pedem a Deus pela plena recuperação do nosso querido ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.”

Angela foi aparteada pelo ex-ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento (PR-AM): “Em minhas orações estou pedindo a Deus que ele (Lula) se recupere rapidamente porque o povo brasileiro, o nosso País, precisa do Presidente Lula recuperado”.

Longa jornada – Relembrar a jornada de Lula foi a maneira que o senador Walter Pinheiro (PT-BA) encontrou para homenagear o ex-prsidente. “Eu não vi, em hora nenhuma, mesmo nas maiores dificuldades, em nenhum momento, Lula cabisbaixo; em nenhum momento, Lula raivoso; em nenhum momento, o Lula falando de ira; era sempre na linha da frente, sempre falando das coisas de forma positiva, sempre na linha de que era possível derrotar, vencer e ultrapassar todas as coisas difíceis que se apresentavam”, recordou. Walter lembrou o que o ex-presidente sempre repetia uma certeza: “Somos nós que haveremos de fazer as grandes transformações na sociedade brasileira.”

“E foi assim que o velho Lula enfrentou a crise internacional de 2008, apostando efetivamente no crescimento interno, apostando no consumo interno, mas cada vez mais se preocupando com as pessoas, com o ser humano, com o cidadão. O maior investimento nessa estrutura é na estrutura social. Esse é o maior investimento que temos que comemorar nesse período”, resumiu o senador baiano.

Logo depois, Jorge Viana (PT-AC) ocupou a tribuna, também para demonstrar seu carinho pelo ex-presidente: “Quando recebemos a notícia, já no sábado, da doença do Presidente Lula, ficamos, como amigos seus, como companheiros seus, chocados e, ao mesmo tempo, imediatamente confiantes, porque sabemos que o Presidente Lula é uma pessoa especial e que as orações, as rezas de todos os brasileiros de todos os cantos se reunirão em pensamento positivo. Nós imediatamente nos somamos a essa corrente que tem tomado conta do Brasil e do mundo, criando um ambiente de fé e de confiança na recuperação do Presidente Lula.”, disse.

E emendou: É importante registrarmos que foi criado um movimento Força Lula, e esse movimento já se destaca, já é recorde nas redes sociais, somando brasileiros de toda parte nessa corrente para que, neste momento, a Dona Marisa, o Presidente Lula e os seus familiares, não passem sozinhos.Todos nós, seus amigos, eu particularmente, devo muito ao Presidente Lula, devo os ensinamentos, devo as oportunidades… E nós do Acre sempre tivemos a solidariedade do Presidente Lula nos momentos difíceis”

Outro acriano, o senador Aníbal Diniz, fez questão de se declarar solidário com o presidente: “pode estar certo, Presidente de Honra do Partido dos Trabalhadores, Luiz Inácio Lula da Silva, de que todos os brasileiros de todas as regiões estão, neste momento, torcendo pela sua recuperação, orando, rezando, pedindo a Deus que esse tratamento seja o mais bem-sucedido possível, para que a gente tenha o Lula de volta nos grandes embates políticos do Brasil, porque o Brasil espera muito do ex-Presidente Lula. Temos certeza que ele vai superar mais esta dificuldade.Força Lula! O Brasil está torcendo pela sua recuperação. Que Deus abençoe que ela se dê da forma mais bem-sucedida possível”, disse.

Diganóstico precoce e superação – O líder do governo no Congresso, senador José Pimentel (PT-CE), disse que o diagnóstico de um câncer de laringe uniu milhões de pessoas no desejo de superação da doença. E fez um prognóstico otimista sobre o futuro do ex-presidente: “o diagnóstico precoce é um grande aliado no combate desse tipo de câncer. Por isso, segundo os médicos do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, as chances de cura podem chegar a 90%. E nós queremos e pedimos a Deus que o ex-presidente esteja nessa estatística de cura”

Pimentel lembrou que acompanha Lula desde a fundação do Partido dos Trabalhadores.”Por isso, sou testemunha da força de vontade desse brasileiro, que, apesar de sua historia de vida e de tantas dificuldades que enfrentou, conseguiu, com muita luta e muito trabalho, chegar à Presidência da República”, disse.

E emendou: “O Brasil conquistou grande respeito internacional ao longo dos últimos anos, graças às suas palavras, às ações tomadas, à força do seu governo. Lula tornou-se um líder internacional reconhecido pelas grandes potências, pelas economias emergentes e pelos pequenos países, que enxergam nesse brasileiro um homem simples, mas com grande visão de futuro”.

Para o senador Delcídio do Amaral (PT-MS), o diagnóstico precoce também funcionará como aliado na luta de Lula pela recuperação: “Um câncer, e no caso do Presidente Lula foi detectado logo no início. Portanto, isso é uma grande vantagem, com a tecnologia e a medicina avançadas. Realmente, é uma doença tão grave, como um câncer, hoje a maioria dos casos, se detectados com uma devida antecedência, a chance dos pacientes que estão sofrendo desse mal se recuperarem é muito grande. E todos nós aqui estamos orando para que Deus abençoe e ilumine o Presidente Lula”, disse.

Delcídio lembrou que o presidente de honra do PT já começou o tratamento (hoje, às 9 horas da manhã). “Não tenho dúvida nenhuma de que ele é um grande batalhador, um guerreiro, que vai saber ultrapassar essas dificuldades com muita sabedoria, muita serenidade, muita tranquilidade, abençoado sempre por Deus, que está olhando por ele e sabe da importância de tudo aquilo que ele já fez pelo Brasil e fará ainda”.

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) também fez questão de mandar o seu recado: “Tenho certeza que tudo isso vai passar uma grande energia, assim como a quantidade de orações que estão sendo feitas pelo Presidente Lula, porque o Presidente tem ainda grandes tarefas neste país, o povo brasileiro precisa do Presidente Lula!”

Giselle Chassot

Leia também