Soltem Lula!

Lula vai ser candidato para reunificar e reconstruir o País

“Na época de Lula, nós não tínhamos fome. As pessoas viviam melhor”, destacou a senadora
:: Cyntia Campos7 de junho de 2018 18:38

Lula vai ser candidato para reunificar e reconstruir o País

:: Cyntia Campos7 de junho de 2018

Na gravidade da crise que o País enfrenta, é fundamental saber que Lula vai ser candidato novamente à Presidência da República. É uma certeza que vai alimentar a esperança de milhões de brasileiros, avalia a presidenta nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, lembrando que os dois mandatos do ex-presidente foram um tempo de paz social, desenvolvimento econômico, emprego. “Na época de Lula, nós não tínhamos fome. As pessoas viviam melhor”, destacou a senadora.

Em pronunciamento ao plenário, nesta quinta-feira (7), Gleisi anunciou o lançamento da candidatura de Lula, em Minas Gerais. O ato será na sexta-feira (8), na cidade de Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, às 18 horas. Na última quarta-feira (6), entrou em funcionamento a plataforma virtual de arrecadação da campanha do Presidente Lula, a chamada “vaquinha do Lula”, que já é um sucesso: em menos de 24 horas, mais de 700 pessoas já doaram e foram arrecadados R $70. “Obrigada a todos que já colaboraram”, agradeceu a presidenta do partido.

Lula, ressalta Gleisi, é a única liderança política capaz de aglutinar o País em torno de um projeto capaz de reverter a razia promovida pelos patrocinadores do golpe de 2016, após a deposição da presidenta Dilma Rousseff. Os patrocinadores do golpe já deixaram claro que não têm propostas nem condições políticas para enfrentar a degradação das condições sociais e o desmonte da economia.

“Hoje nós não temos paz social. A sociedade está dividida, com intolerância, ódio. As pessoas estão desempregadas; o preço das coisas sobe a cada dia”, registrou Gleisi. “Tudo o que foi construído na época do nosso presidente está sendo destruído. É por isso que Lula vai ser candidato de novo”.

A senadora confirmou que a candidatura de Lula será registrada no dia 15 de agosto na Justiça Eleitoral. O ex-presidente está em plena posse de seus direitos políticos. De acordo com a Constituição, até o trânsito em julgado da sentença—a afirmação da condenação do Supremo Tribunal Federal—Lula mantém o direito de votar e ser votado. Ele pode ser registrado candidato e mesmo a Lei da Ficha Limpa ressalva que a inelegibilidade pode ser levantada até a diplomação, de modo que ele pode concorrer.

“Nós vamos fazer campanha, mesmo com Lula preso. Ele vai ganhar a eleição. O povo pode confiar. Nós não desistiremos de Lula! Não desistiremos do maior líder popular da história deste País!”, garantiu Gleisi.

Leia Mais

 Manifesto de Lula ao Povo Brasileiro

Em carta a Gleisi, Lula diz por que tem que ser candidato

Leia também