Maioria apertada

Golpistas afrontam povo e mantêm destruição do Brasil

"Hoje foi apenas um dia de patifaria, onde prevaleceu a compra de votos; por isso, continuemos nas ruas por Diretas Já", alerta o senador Lindbergh Farias (PT-RJ)
:: Fernando Rosa2 de agosto de 2017 21:53

Golpistas afrontam povo e mantêm destruição do Brasil

:: Fernando Rosa2 de agosto de 2017

A votação encerrada nesta noite, 2 de agosto, confirmou a vitória do fisiologismo e repetiu o “circo” que marcou a sessão que afastou a presidente Dilma Rousseff. Ao contrário da presidenta afastada por acusação sem fundamento técnico e político, 263 deputados livraram Temer da apuração de corrupção passiva – 227 votaram pela investigação, 2 se abstiveram e 19 não compareceram ao plenário. De acordo com a peça acusatória da Procuradoria Geral da República, é a primeira vez que um presidente da República é denunciado ao STF no exercício do mandato.

“Quem defende a democracia, quem defende o Brasil, não desanima”, alertou o senador e líder da Bancada do PT, Lindbergh Farias. “Vamos continuar nas ruas, não vamos perder a esperança. O nosso palco não é o plenário da Câmara dos Deputados, mas as ruas do país. Nossa luta é justa, nossa causa é a defesa dos direitos dos trabalhadores”. Para o senador, “hoje foi apenas um dia de patifaria, onde prevaleceu a compra de votos”. “Por isso, continuemos nas ruas por Diretas Já’.

Sob a complacência da mídia, Temer recebeu deputados em reuniões fechadas no Palácio, almoçou com ruralistas e jantou com ministros de Estado e representantes de partidos. No recesso parlamentar, o governo também liberou emendas, distribuiu cargos para aliados e prometeu anistiar dívidas de setores empresariais. Segundo o site Intercept, o governo comprometeu cerca de 3,4 bilhões entre junho e julho deste ano em emendas parlamentares – com direito a um balcão de negócio no fundo do plenário.

No mesmo dia em que os parlamentares inviabilizaram suas futuras eleições, os jornais divulgaram informações negativas da economia. A produção industrial está paralisada, segundo dados do IBGE, evidenciando a dificuldade para a recuperação da atividade econômica. De outro lado, o governo deve anunciar uma revisão da meta fiscal de 2017, estourada pelas atuais autoridades. Ainda, uma greve de caminhoneiros foi deflagrada contra o aumento dos combustíveis.

Leia também