Governo anuncia operação nos aeroportos para o fim do ano

:: Da redação5 de dezembro de 2011 12:16

Governo anuncia operação nos aeroportos para o fim do ano

:: Da redação5 de dezembro de 2011

Medidas para preparar os aeroportos para o fim do ano incluem 47% mais capacidade do espaço aéreo

Em dezembro, mais de 16 milhões de passageiros deverão embarcar nos aeroportos brasileiros

Redução do tempo de espera de check-in e de restituição de bagagens estão entre as ações

Os cidadãos que viajarem no final do ano terão mais infraestrutura aeroportuária, sistemas de informação, e o apoio de mais funcionários nos aeroportos. O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea), por exemplo, realizou procedimentos para aumentar em 47% a capacidade do espaço aéreo nos principais centros de controle do País. As medidas fazem parte do plano da Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (Conaero), apresentado na sexta-feira (02/12), para preparar o setor para o aumento da demanda.

Também foram criadas novas rotas entre as regiões Sudeste, Nordeste e Europa, otimizando o fluxo do tráfego aéreo.

As principais companhias aéreas firmaram compromisso com a redução do tempo de espera de check-in e de restituição de bagagens. As empresas vão aumentar as equipes de atendimento, ocupar todas as posições nos horários de pico, incentivar o check-in pela internet e o uso de totens de auto-atendimento, praticar o endosso de passagens entre as empresas, além de evitar a prática de overbooking. Há um acordo para manter aeronaves reserva à disposição.

E as empresas estão obrigadas a oferecer atendimento presencial nos aeroportos onde cada uma delas movimentar mais de 500 mil passageiros ao ano.

Somente em dezembro, mais de 16 milhões de passageiros deverão embarcar, movimento 12% superior à média do ano e 13,6% maior que o mesmo mês de 2010.

Salas extras – O novo terminal de Guarulhos entra em operação neste mês, com acesso independente, o que aumenta a capacidade do aeroporto em 5,5 milhões de passageiros ao ano. A Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária) pretende operar também, até o fim do ano, com mais seis módulos operacionais. Essas salas de embarque extras foram inauguradas nos aeroportos de Campinas (SP), Guarulhos (SP), Vitória (ES), Goiânia (GO) e Cuiabá (MT). O de Porto Alegre (RS) será concluído em dezembro.

A Infraero contratou mais 321 empregados das áreas de segurança aeroportuária, operações, navegação aérea e manutenção. A empresa fará ajustes na escala de serviço para reforçar a equipe nos turnos de maior movimento. Cerca de 200 funcionários da Infraero usando coletes amarelos, com a frase “Posso ajudar?”, vão apoiar os passageiros. O serviço será 24 horas e em período integral.

Polícia – A Polícia Federal vai aumentar as equipes nos aeroportos de Brasília, Guarulhos, Galeão, Salvador e Porto Alegre. Todas as cabines de migração estarão em operação para agilizar o fluxo de passageiros. A Receita Federal também vai intensificar a atuação no Galeão e em Guarulhos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) antecipou fiscalizações nos principais aeroportos brasileiros com o objetivo de evitar a indisponibilidade das instalações aeroportuárias e aeronaves no período de fim de ano.

 

Fiscalização e atendimento a passageiro são ampliados

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) vai intensificar a atuação nos principais aeroportos brasileiros a partir de 16 de dezembro, com mais fiscais e atendimento aos passageiros. Serão mobilizados cerca de 240 servidores, entre inspetores de aviação civil e técnicos, que trabalharão nos turnos de maior fluxo em cada um dos seis aeroportos mais movimentados: Brasília (DF), Confins (MG), Guarulhos (SP), Congonhas (SP), Galeão (RJ) e Santos Dumont (RJ).

A agência vai instalar banners com os principais direitos e deveres dos passageiros, que estarão também no Guia do Passageiro . A publicação, com informações úteis para quem vai viajar, será distribuída nos principais aeroportos e está disponível nos sítios dos órgãos públicos e das companhias aéreas.

Para registrar manifestações na Anac, os passageiros contam com atendimento 24h por meio do telefone gratuito 0800 725 4445, inclusive em inglês e espanhol, ou pela internet 

Guia do Passageiro 

Atendimento pela internet 

Em Questão 

Foto: www.turismocriativo.blogspot.com

Leia também