Preconceito

Governo Bolsonaro discrimina o Nordeste, denuncia Humberto

Algumas regiões estão há quase seis meses sem água após a paralisação do bombeamento prejudicando moradores do Nordeste do País
:: Assessoria do senador Humberto Costa5 de agosto de 2019 10:34

Governo Bolsonaro discrimina o Nordeste, denuncia Humberto

:: Assessoria do senador Humberto Costa5 de agosto de 2019

A paralisação do fornecimento de água no Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco, há cerca de seis meses, levou o líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE),  a acusar o governo Jair Bolsonaro de, mais uma vez, discriminar o Nordeste. Segundo o parlamentar, há um descaso do governo com a maior obra de infraestrutura hídrica do Brasil. O projeto pretende beneficiar 7,1 milhões de pessoas de 223 municípios do Nordeste.

A interrupção no abastecimento ocorreu em Monteiro, primeira cidade da Paraíba a receber as águas da transposição, em março de 2017. Mas, desde o final de fevereiro deste ano, os moradores da região só recebem água em casa por meio de caminhões-pipa.

“A discriminação contra o Nordeste permanece agora no que diz respeito à Transposição do Rio São Francisco. Com a obra, pessoas que convivem com a dura realidade da seca passaram a viver com mais dignidade. Mas Bolsonaro parece determinado a destruir tudo o que temos de bom. O governo alega que é um problema técnico,  mas, na verdade, é mais uma demonstração do descaso com que Bolsonaro trata os nordestinos”, afirmou o senador.

Humberto também criticou a possibilidade de privatização da Transposição, ventilada pelo governo Jair Bolsonaro. “O governo diz que não vai haver investimento público em obras que tenham como finalidade o abastecimento de água no Nordeste e defende um processo de privatização. Mas é importante lembrar que, se houver a privatização, com toda a certeza, quem vai pagar essa conta é a população do semiárido. E isso vai impactar diretamente no custo de vida e na economia de uma região já tão sofrida. Mas não vamos permitir. Vamos estar na luta contra mais essa tentativa de ataque ao povo do Nordeste”, afirmou.

Confira a íntegra da matéria

Leia também