Governo Federal financia projetos regionais na área de turismo

Para os convênios, MTur liberou R$ 10 mi para prefeituras custearem projetos e Plano de Desenvolvimento para a aprovação de obras. 

:: Cyntia Campos7 de agosto de 2013 20:37

Governo Federal financia projetos regionais na área de turismo

:: Cyntia Campos7 de agosto de 2013

O Prodetur conta, hoje, com a adesão de 20
estados e 12 municípios – mais de US$ 870
milhões em propostas aprovadas

O turismo enquanto um dos modais de desenvolvimento econômico e melhoria da qualidade de vida da população tem recebido atenção especial do Governo Federal. Atento às dificuldades dos municípios de elaborar projetos adequados – algo que configura como um dos principais entraves a liberação de recursos para o setor –, o Ministério do Turismo disponibilizou R$ 10 milhões para as prefeituras custearem projetos e o Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo (PDITS), documento necessário para a aprovação de obras.

“Muitos municípios têm dificuldades para elaborar os documentos e apresentá-los no prazo, resultando na perda do repasse. O ministério está disposto a auxiliar nesse planejamento”, disse o secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, Fábio Mota.

Para acessar o recurso, as prefeituras que já participam dos Programas Regionais de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur) devem se inscrever no Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse (Siconv), no endereço www.convenios.gov.br. O cadastro, iniciado na última segunda-feira (5), deve ser feito até o dia 19 de agosto.

O Prodetur conta, atualmente, com a adesão de 20 estados e 12 municípios, totalizando mais de US$ 870 milhões em propostas de financiamento aprovadas pela Comissão de Financiamentos Externos e outros US$ 781 milhões aguardando aprovação. O programa é uma das ramificações da Política Nacional de Turismo que por meio de um modelo de desenvolvimento turístico nacional, busca a geração de emprego e renda para a população local.

Aviação regional

Os aeroportos, também considerados centrais para o fortalecimento do turismo, receberão R$ 7,3 bilhões para serem investidos no reaparelhamento, reforma e expansão da infraestrutura aeroportuária, modernização dos equipamentos dos terminais regionais de todo o País. De acordo com o edital publicado na segunda-feira (5), inicialmente, serão beneficiados 270 aeroportos localizados no interior do Brasil, por meio do Plano de Aviação Regional da Secretaria Nacional de Aviação Civil.

“O objetivo do Governo é ampliar o acesso da população brasileira aos serviços aéreos, fazendo com que 96% da população brasileira esteja a menos de 100km de distância de um aeroporto apto ao recebimento de voos regulares. Olha que coisa fantástica! Parece coisa do outro mundo. Isso os outros países já têm há muitos anos”, observou o senador Wellington Dias (PT-PI), ao discursar no plenário do Senado.

Na Região Norte, 67 aeroportos regionais serão beneficiados com investimentos de 1,7 bilhão. No Centro-Oeste, 31 aeroportos receberão 900 milhões, enquanto que, na Região Sudeste, serão 65 aeroportos regionais beneficiados com 1,6 bilhão. Na Região Sul, o Governo investirá R$1 bilhão, em 43 aeroportos; e no Nordeste, os investimentos chegarão a 2,1 bilhões, em 64 aeroportos, dos quais sete no Piauí.

Bons números

ms33

Em 2012, o País bateu novo recorde na atração
de turistas: 
mais de 5,6 milhões visitantes

O Governo acredita que as ações recentemente anunciadas, além de preparar o País para eventos mundiais (como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016), fortalecerá ainda mais a imagem do Brasil como um dos principais destinos turísticos. Em 2012, o País bateu novo recorde na atração de turistas: mais de 5,6 milhões visitantes. Um crescimento de 4,5% em relação a 2011. Segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT), o País superou em 20% a média mundial.

O aumento do fluxo de entrada de estrangeiros no país foi maior que o da França, Espanha, Itália, Turquia e México, que são importantes destinos turísticos no mundo.

São Paulo é a principal porta de entrada dos turistas estrangeiros. Registrou 2,1 milhões de chegadas em 2012. O Rio de Janeiro aparece em primeiro lugar na lista de destinos de lazer, respondendo por 1,1 milhão de turistas.

Catharine Rocha, com Ministério do Turismo

Fotos: Ministério do Turismo

Leia mais:

Wellington: aviação regional acelera o desenvolvimento

Turismo no Brasil cresce 20% mais que a média mundial

 

Leia também