Governo reduz a zero alíquotas de IPI para incentivar fabricantes de móveis

:: Da redação20 de agosto de 2012 18:36

Governo reduz a zero alíquotas de IPI para incentivar fabricantes de móveis

:: Da redação20 de agosto de 2012

 Enquanto o ministro da Fazenda, Guido Mantega, mantém o suspense uma eventual prorrogação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para automóveis, que expira em 31 de agosto, o Diário Oficial desta segunda-feira (20/08) anuncia a redução a zero as alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) incidentes sobre painéis de madeira, laminados de alta resistência e PVC para móveis. A medida beneficiando o setor moveleiro vale até 30 de setembro de 2012.

De acordo com a Receita Federal, espera-se, com a medida, estimular os setores envolvidos na cadeia produtiva da fabricação de móveis, contribuindo, inclusive, na manutenção dos níveis de atividade econômica e de emprego e renda. A renúncia de receitas estimada decorrente da medida é estimada em R$ 116,12 milhões.

Brasília
A expectativa das indústrias automobilísticas é que o novo regime automotivo brasileiro, que começa a vigorar em 2013, seja anunciado nesta semana. Mas uma série de pontos importantes não estão fechados, como a redução do IPI para veículos mais eficientes do ponto de vista energético.

Há alguns dias, o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, disse que o governo pretende exigir o limite máximo de emissões para automóveis, de 135g de CO2 por quilômetro rodado. Essa regra, que em princípio contraria as montadoras, segue o modelo europeu.

Com informações das agências de notícias

Leia também