Reforma da Previdência

Governo Temer ameaça aposentadoria dos professores

Proposta desconsidera o trabalho desgastante do magistério, aumenta idade mínima e tempo de contribuição dos educadores
:: Agência PT de Notícias12 de dezembro de 2017 10:26

Governo Temer ameaça aposentadoria dos professores

:: Agência PT de Notícias12 de dezembro de 2017

Mesmo com o alto nível de adoecimento de professoras e professores em sala de aula e do reconhecimento internacional de que a profissão é desgastante e penosa, Michel Temer jogou no lixo a aposentadoria específica dos educadores na nova proposta de reforma da Previdência encaminhada à Câmara dos Deputados, aumentando a idade mínima e o tempo de contribuição.

A nova proposta pode acarretar graves consequências para a educação pública brasileira, com a falta de jovens interessados em seguir a carreira docente, e acabar com a aposentadoria de centenas de educadores que têm adoecido cada vez mais em função do trabalho, na avaliação de Heleno Manoel Araújo, presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e Hermes Silva Leão, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (App-Sindicato).

Ainda de acordo com a CNTE, as mulheres serão as mais penalizadas com as regras previdenciárias, já que a categoria é composta majoritariamente por elas. O percentual gira em torno de 80%.

Confira a íntegra da matéria

 

Leia também