Governo vai oferecer 240 mil vagas no ensino técnico

:: Da redação5 de agosto de 2013 20:25

Governo vai oferecer 240 mil vagas no ensino técnico

:: Da redação5 de agosto de 2013

 

85% das vagas são destinadas aos candidatos
que cursaram o ensino médio na rede pública
ou na rede privada na condição de bolsista integral

O Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec), lançado nesta segunda-feira (05), vai oferecer 239.792 vagas gratuitas em cursos técnicos. As inscrições serão abertas na próxima terça-feira (6) e vão até o dia 12 de agosto. A seleção dos alunos será feita de acordo com a nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nessa seleção será usada a nota do Enem 2012.

Do total de vagas, 85% são destinadas aos candidatos que cursaram o ensino médio na rede pública ou na rede privada na condição de bolsista integral. As vagas são ofertadas em instituições da rede pública, privada e do Sistema S. No ato da inscrição, cada candidato poderá optar por até dois cursos. Os cursos têm de um a dois anos de duração, com carga horária entre 800 e 1.200 horas-aula. A partir deste mês haverá o início dos cursos, de acordo com o Ministério da Educação.

As cotas raciais do Sisutec estão atreladas à rede de ensino onde o candidato terminou o ensino médio, segundo o edital. Nas instituições federais, nas vagas destinadas a negros, pardos e indígenas, será reservado um percentual correspondente à porcentagem desta população na Unidade Federativa do município onde a vaga é oferecida, segundo o Censo mais recente. Por exemplo, em um município onde há 100 pessoas, e cinco são negras, pardas ou indígenas, caso haja 20 vagas para um determinado curso, quatro delas serão destinadas às cotas.

Haverá dois tipos de cotas raciais: uma é específica para estudantes que fizeram o ensino médio na rede pública, ou como bolsista integral na rede particular, desde que tenham renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio. A outra exige que os estudantes interessados na cota racial tenham cursado a rede pública ou tenham tido bolsa integral na rede privada, mas não atrela a participação à renda familiar.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante disse que a oferta de ensino técnico profissionalizante é uma alternativa para os estudantes que não vão ingressar no ensino superior e para quem já está no mercado de trabalho e quer se especializar. “Quem já está no mercado de trabalho sabe que se fizer o curso cresce mais rápido, melhora os salários e a carreira. Outros que querem entrar no mercado de trabalho têm uma excelente opção”, disse. “É uma forma de oferecermos mais uma oferta na linha profissionalizante. Historicamente, o Brasil não desenvolveu o ensino profissionalizante. Nós estamos correndo atrás do tempo que nós perdemos”, ressaltou.

Cursos
Os cursos com maior oferta de vagas são os ligados à tecnologia da informação, saúde e área industrial. Lidera a lista de vagas os cursos de técnico em informática (23 mil), seguido pelos cursos de técnico em enfermagem (14 mil), técnico em logística (13 mil), técnico em segurança do trabalho (13 mil) e técnico em redes de computadores (11 mil). Os estados onde há maior oferta são: São Paulo (76 mil), Pernambuco (40 mil), Minas Gerais (27 mil), Paraná (17 mil) e o Distrito Federal (8 mil).

A maior oferta de vagas é em instituições privadas, que foram selecionadas de acordo com o desempenho na avaliação da qualidade da instituição e do curso.

Da mesma forma como é feita pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a oferta de vagas e a seleção dos inscritos no Sisutec serão feitas por um sistema informatizado, que entrará no ar amanhã (6). As inscrições terminam no dia 12 de agosto e o resultado da primeira das duas chamadas será divulgado no dia 14 próximo. O resultado da segunda convocação está previsto para o dia 19, com matrícula no dia seguinte.

O Sisutec é uma modalidade do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), criado em 2011 com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica.

Acesse a página de inscrição pelo endereço: http://sisutec.mec.gov.br

 

Foto: educacao.am.gov.br

 

Leia também