Carta Aberta

Ex-ministros da Saúde acusam Bolsonaro de minimizar pandemia

Ex-ministro irão recorrer à OMS e à Comissão de Direitos Humanos da ONU por conta da postura de Bolsonaro frente a pandemia
:: Assessoria do senador Humberto Costa27 de março de 2020 11:35

Ex-ministros da Saúde acusam Bolsonaro de minimizar pandemia

:: Assessoria do senador Humberto Costa27 de março de 2020

Uma carta assinada por ex-ministros da Saúde repudia o pronunciamento feito pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na terça-feira (24) e o acusa de minimizar e tratar de forma insensata uma pandemia com as proporções do novo coronavírus. Segundo atualização da OMS (Organização Mundial da Saúde) nessa quarta (25), já são mais de 415 mil casos ao redor do mundo e mais de 18 mil mortos.

“Os países que têm conseguido os melhores resultados são aqueles que fizeram o isolamento social, garantiram o atendimento à saúde da população e tomaram medidas para manter a renda e ativar a economia”, disse.

Segundo os ex-ministros, que irão recorrer à OMS e à Comissão de Direitos Humanos da ONU, a postura de Bolsonaro desmobiliza a população que vem seguindo as orientações de autoridades de saúde, incluindo o Ministério da Saúde, e governantes, de modo a ferir o pacto federativo e a autonomia de seus entes.

Confira a íntegra da carta

Leia também