IBGE aponta que vendas do varejo cresceram no País inteiro

:: Da redação11 de outubro de 2012 13:26

IBGE aponta que vendas do varejo cresceram no País inteiro

:: Da redação11 de outubro de 2012

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou na manhã desta quinta-feira (11/10) a Pesquisa Mensal do Comércio relativa ao mês de agosto apontando que as vendas do comércio registraram crescimento em todos os estados brasileiros na comparação com o mesmo mês do ano anterior. O volume médio das vendas cresceu 15,7% no Brasil e a receita nominal obtida pela atividade comercial subiu nesse período 16,1% no ampliado, ou seja, quando são incluídas as vendas de veículos de materiais de construção. Os estados que tiveram o melhor desempenho foram o Mato Grosso, com crescimento de 23,4% nas vendas; seguido pelo estado do Tocantins (22,8%), Mato Grosso do Sul (21,4%), Roraima (21%) e Bahia (20,7%).

Segundo o IBGE, os estados que contribuíram para o desempenho global do varejo foram os estados de São Paulo, cujas vendas cresceram 17,7%; Rio de Janeiro, com 12,2%, Rio Grande do Sul, com 16,8%; Paraná, com 14,7% e Minas Gerais, com 10,3%, também na comparação entre agosto deste ano e agosto do ano passado.

Na comparação entre julho e agosto deste ano, o crescimento do comércio varejista foi de apenas 0,2% no volume de vendas, enquanto a receita nominal obtida cresceu 1%. Ao computar as vendas do comércio ampliado – veículos e materiais de construção – o crescimento em agosto em relação a julho sobe para 2,7% e a receita obtida chega a 3,1%.

A explicação para esse desempenho favorável está na melhoria contínua da renda dos trabalhadores, a manutenção do emprego, a ampla oferta de crédito, onde os juros caem consecutivamente há um ano e a queda dos níveis de inadimplência. Do lado da indústria, nota-se, também, recuperação da capacidade instalada das indústrias e a melhoria da confiança no cenário econômico do País a partir do segundo semestre.

Marcello Antunes

Confira a pesquisa completa do IBGE


Leia também