IBGE mostra aumento da taxa de escolarização na última década

Dados mostram que cresce o número de jovens no ensino superior e aumento da presença de jovens estudantes pretos e pardos nas universidades triplicou em dez anos. 

 

:: Da redação28 de novembro de 2012 12:48

IBGE mostra aumento da taxa de escolarização na última década

:: Da redação28 de novembro de 2012

Levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Síntese dos Indicadores Sociais 2012, mostrou significativo avanço educacional na última década. “Em todas as faixas houve aumento na taxa de escolarização no período”, disse a pesquisadora Betina Fresneda, do IBGE. O número de jovens com curso superior subiu e é maior presença de negros em universidades, que triplicou em dez anos. A proporção de jovens estudantes de 18 a 24 anos que cursavam o nível superior cresceu de 27,0%, em 2001, para 51,3%, em 2011.

Jovens estudantes pretos e pardos aumentaram a frequência no ensino superior – 35,8% dos jovens desses grupos éticos na faixa de 18 a 24 anos que estudavam no Brasil estavam em faculdade em 2011. O aumento de 350% em relação aos 10,2% de 2001. O percentual ainda fica aquém da proporção apresentada pelos jovens brancos (de 39,6%, em 2001, para 65,7% em 2011). Um dos maiores avanços aconteceu na frequência líquida de jovens pretos e pardos de 15 a 17 anos à escola, que de 2001 a 2011 quase dobrou: foi de 24,4% para 45,3%.

No período 2001-2011, houve queda de 21% para 8% na proporção de brasileiros nessa faixa etária que estavam no Ensino Fundamental e crescimento de 40% na proporção de estudantes com 15 a 17 anos no Ensino Médio (embora só metade na série adequada) – o crescimento foi maior no Nordeste (mais que dobrou). Caiu 11,6 pontos porcentuais (de 43,8% para 32,2%) a taxa de abandono escolar precoce (proporção de jovens de 18 a 24 anos com ensino médio incompleto que tinham desistido de estudar).

 grafico-educao

Com informações do IBGE

Leia também