Intelectuais se solidarizam com Genoino e agradecem sua luta pela democracia

:: Da redação6 de setembro de 2013 19:08

Intelectuais se solidarizam com Genoino e agradecem sua luta pela democracia

:: Da redação6 de setembro de 2013

 

700 pessoas lançaram um manifesto de apoio
ao deputado José Genoino

A filósofa Marilena Chauí, o escritor Fernando Morais e o economista Ladislau Dowbor estão entre as 700 pessoas que lançaram um manifesto de apoio ao deputado José Genoino (PT-SP) que entrou, nesta quinta-feira (5), com pedido de aposentadoria por invalidez. Intitulado “Nós estamos aqui”, a nota revela emoção e destaca a importância desse ex-guerrilheiro que abriu trincheiras em defesa da liberdade e democracia.

“Estamos aqui porque José Genoino traduz a história de toda uma geração que ousa sonhar com liberdade, justiça e pão”, afirma o conjunto de pessoas que assina o manifesto.

O documento foi divulgado nesta sexta-feira (6) e conta com assinaturas de cineastas, jornalistas, advogados, sindicalista, músicos, catedráticos, magistrados, políticos, entre outros.

O deputado Genoino foi mais uma vítima do julgamento da Ação Penal 470. Segundo juristas que analisam o processo, o julgamento carrega muita irregularidades. Além dos juristas que sustentam essa tese, o jornalista Raimundo Pereira, editor da revista Retrato do Brasil publicou uma série de reportagem que desmonta a tese que sustentou a existência do chamado “mensalão”.

Os autores do manifesto entre eles, o músico Jorge Mautner, o cineasta Luiz Carlos Barreto e os jornalistas Luís Nassif, Laurindo Leal Filho e Franklin Martins ressaltam que “estamos aqui, mostrando nossa cara, porque nos orgulhamos de pessoas como ele, que dedicam sua vida para construir a democracia”.

Para os mais de 700 signatários, “Genoino personifica um sonho. O sonho de que um dia teremos uma sociedade em que haja fraternidade e todos sejam, de fato, iguais perante a lei”, finaliza o documento.

Benildes Rodrigues, PT na Câmara
 

Nota de esclarecimento sobre pedido de aposentadoria de José Genoino

Esclarecemos que nesta quarta-feira, 04 de setembro, o deputado federal José Genoino protocolou documento direcionado ao presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, com pedido de aposentadoria integral decorrente de acometimento de Cardiopatia Grave. No dia 24 de julho, Genoino foi diagnosticado com dissecção de aorta e foi submetido a uma cirurgia em caráter de emergência.

A existência de Cardiopatia Grave é uma questão técnica, cabendo exclusivamente aos médicos definir sua existência e à Câmara dos Deputados verificar sua tipicidade previdenciária. Genoino exerceu direito de petição, a fim de que sua situação clínica seja analisada conforme a Legislação em vigor, para fins de aposentadoria.

Atenciosamente,

Assessoria de imprensa do mandato do deputado José Genoino

Leia também